- Publicidade -
27.7 C
Balneário Camboriú

Atletismo de Balneário Camboriú entre os cinco melhores dos Jogos Abertos de Santa Catarina

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

A equipe de atletismo de Balneário Camboriú conquistou a sua melhor colocação nos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) até hoje, na edição que encerrou nesta terça-feira (23), em Timbó: quarto lugar no masculino, atrás de São José, Blumenau e Tubarão e quinto lugar no feminino, depois de São José, Tubarão, Joinville e Blumenau.

“Nossa melhor participação de todos os tempos”, comemorou o técnico Diogo Gamboa, que descreveu seus atletas como ‘excepcionais’ pelas conquistas alcançadas.

As medalhas

Balneário Camboriú conquistou a medalha de ouro nos 10.000m, com a atleta olímpica Tatiele Carvalho, 32 anos, Tatiele também conquistou prata nos 5.000m. 

Tatiele, ouro e prata, destaque da equipe (Divulgação/FMEBC)

Ela é paulista, desde o ano passado representa Balneário Camboriú em competições oficiais e prepara-se para disputar a Olimpíada de Paris. 

- Publicidade -

Outra atleta olímpica que integra a equipe de Balneário é Joana Ribeiro, que conquistou prata no salto com vara. Ela reside em São Paulo.

Tatiele e Joana Ribeiro são amigas de longa data do treinador Diogo Gamboa, e estão integrando a equipe local por amizade, não recebem nada, nem Bolsa Atleta, que é um benefício para atletas residentes em Balneário Camboriú.

O atleta Douglas Hernandez Mendes conquistou medalha de prata nos 400m rasos, depois de uma concorrida disputa.

“Ele superou o atleta que tem a segunda melhor marca dos 400m de todos os tempos no país. O campeão e o terceiro colocado são gaúchos que competem por Blumenau e já disputaram três olimpíadas”, comentou o técnico.

O time de prata do revezamento (Divulgação/FMEBC)
- Publicidade -

A velocista Anny Caroline de Bassi, recordista dos 100 e 200m rasos dos JASC, não competiu, mas suas marcas não foram superadas nesta edição. Anny sofreu a perda de seu irmão recentemente, ficou mais de mês sem treinar, mesmo assim se dispôs a integrar a equipe do revezamento 4x400m que conquistou medalha de prata.

Medalha de prata no revezamento 4×400 (Divulgação/FMEBC)

O técnico também lamentou a lesão que a atleta Alice Zucchi sofreu (suspeita de ruptura de ligamento) no salto com vara. “Com certeza ela brigaria por uma medalha e também faria parte do revezamento 4x400m, mas foi impossibilitada”, disse Diogo.

Os técnicos Daia e Diogo Gamboa com a atleta Joana (Foto Divulgação/FMEBC)

Os medalhistas

*Ouro – Tatiele Carvalho (10000m feminino)

*Prata – Joana Ribeiro (Salto com vara); Lilian Dumes Bittencourt (5000m marcha atlética); Stefanie Cechin (400m); Douglas Mendes (400m); Carlos Lusian (Salto com Vara); Revezamento 4x100m masculino (Felipe, Douglas, Bruno e Marcos); Tatiele Carvalho (5000m); João Moniz  (400m com barreiras); Revezamento 4 x 400m masculino (Felipe, João, Bruno, Douglas); Revezamento 4x400m feminino (Erica, Tatiele, Anny, Stefanie)

*Bronze – João Paulo Alves (Salto com Vara); Victor Carpeggiani (800m)

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -