- Publicidade -
- Publicidade -
28 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Barcelona é investigado pela Uefa e pode ser banido da Liga dos Campeões

A Uefa pediu nesta quinta-feira a abertura de uma investigação sobre as acusações de que o Barcelona teria realizado pagamentos de milhões de dólares à empresa do árbitro espanhol José María Enríquez Negreira, ex-vice-presidente do Comitê de Arbitragem da Espanha. Sob o risco de punições severas, o clube catalão, que já está sendo investigado pela Justiça, pode ser até banido da Liga dos Campeões.

Em comunicado, a Uefa informou que pediu ao seu comitê disciplinar que investigue “a potencial violação de regras cometidas pelo FC Barcelona em conexão com o ‘Caso Negreira'”, nome pelo qual vem sendo tratado o episódio. Documentos judiciais mostram que o clube pagou 7,3 milhões de euros (R$ 38,4 milhões na cotação atual), entre 2001 e 2018, para a empresa de Negreira.

Procuradores da Espanha já fizeram acusações formais de corrupção no esporte contra o Barcelona, que também responde por gestão fraudulenta e falsificação de documentos. A investigação está em andamento e não há punições definidas até o momento, pois a Justiça ainda não apresentou publicamente nenhuma evidência de que árbitros foram influenciados pela relação entre o Barcelona e Negreira.

- Publicidade -

O clube não nega os pagamentos, mas diz que foram realizados para obter relatórios técnicos sobre árbitros e não para obter vantagens ou influenciar decisões dentro de campo. Caso sejam apresentadas provas de que houve manipulação, a Uefa pode excluir o Barcelona de suas competições por um ano e abrir um processo disciplinar.

O time catalão tem vaga praticamente garantida na próxima edição da Liga dos Campeões, pois ocupa a lidera o Campeonato Espanhol com 68 pontos, 12 acima do vice-líder Real Madrid e 23 mais que o quarto colocado Betis. Faltam 12 rodadas para o fim da competição.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -