- Publicidade -
- Publicidade -
29.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Benzema, Mbappé e Messi concorrem ao melhor do mundo nesta segunda-feira

A Fifa revela nesta segunda-feira, em cerimônia em Paris, os vencedores do The Best. Karim Benzema, Kylian Mbappé e Lionel Messi concorrem ao prêmio de melhor jogador do mundo. O Brasil tem apenas um representante em todas as categorias: Richarlison, que concorre ao Puskás.

Ao contrário da Bola de Ouro, da revista France Football, o The Best considera o desempenho do atleta durante a temporada europeia, neste caso, de 8 de agosto de 2021 a 18 de dezembro de 2022, data da final da Copa do Mundo do Catar. A cerimônia volta a acontecer presencialmente após dois anos o evento em razão das medidas sanitárias decorrentes da pandemia de covid.

Trata-se da sétima edição do prêmio organizado pela Fifa, que o criou após o fim da parceria com a France Football, esta que entrega anualmente a Bola de Ouro. Entre 2010 e 2015 as premiações eram unificadas.

- Publicidade -

Técnicos e capitães de todas as 211 seleções filiadas à Fifa, além de jornalistas especializados de cada um desses países, votaram entre 12 de janeiro e 3 de fevereiro para escolher o melhor jogador do mundo.

O Brasil tem representante entre os finalistas apenas em uma categoria. Com seu voleio na vitória por 2 a 0 da seleção brasileira sobre a Sérvia na Copa do Mundo do Catar, Richarlison concorre ao Puskas, troféu dado ao gol mais bonito.

COPA FAZ MESSI FAVORITO

A inclusão da Copa do Mundo no período de análise da votação fez Lionel Messi despontar como o favorito a ganhar o prêmio. O astro argentino, em sua quinta participação em Copas, enfim levou a Argentina à glória no Catar e foi eleito o craque do Mundial. Saíram de seus pés na campanha do tri da Alviceleste sete gols e três assistências.

No PSG, Messi não foi brilhante, mas contribuiu com os títulos do Campeonato Francês 2021/22 e da Supercopa da França 2022. No período compreendido da premiação, o argentino marcou 45 gols, deu 34 assistências em 74 jogos e conquistou quatro títulos. Ele já conquistou o prêmio seis vezes, em 2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019.

O MAIS ARTILHEIRO

Mbappé entrou na disputa pelos seus gols em profusão pelo Paris Saint-Germain, mas, sobretudo, como Messi, pelas exibições de brilho no Catar. Ainda que não tenha levado a taça, o francês foi eleito o segundo melhor jogador do Mundial, do qual terminou como artilheiro, com oito gols.

- Publicidade -

Do trio, é quem mais foi às redes. Entre 8 de agosto de 2021 e 18 de dezembro de 2022, o astro da França e do PSG marcou com 77 gols em 84 jogos, além de ter dado 33 assistências. O atacante de 24 anos ganhou duas taças no período: o Campeonato Francês e a Liga das Nações. Cabe lembrar que não participou da Supercopa vencida pelo time de Paris pois estava suspenso.

O trunfo de Benzema para levar o prêmio é o protagonismo na Liga dos Campeões. Foi muito graças a ele que o Real Madrid ergueu tornou-se campeão europeu pela 14ª vez. O francês anotou impressionantes 15 gols em 14 partidas da campanha vitoriosa.

Seus feitos pelo Real Madrid garantiram ao atacante de 35 anos a Bola de Ouro, da revista France Football, que leva em conta cada temporada do futebol europeu. Benzema se machucou antes da estreia da França e não disputou o Mundial do Catar. No período de análise considerado pelo Fifa The Best, Benzema fez 57 gols e deu 18 assistências em 69 partidas. Ele ganhou quatro títulos: além da Liga dos Campeões, faturou o Campeonato Espanhol, a Supercopa da Uefa e a Supercopa da Espanha.

(Por Ricardo Magatti/AE)

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -