- Publicidade -
- Publicidade -
20.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Brasil conquista título inédito no atletismo: campeões sul-americano de marcha por equipes

Técnico e dois atletas de Balneário Camboriú participaram da comemoração

Heron, quarto colocado (Divulgação/CBAt)

O Brasil é campeão geral por equipes do Sul-Americano de Marcha Atlética, realizado neste domingo (2) em Lima, no Peru. Foi campeão geral na naipe masculino e vice-campeão geral no feminino.

Técnico Diogo recebendo o troféu por equipes (Divulgação/CBAt)

O técnico da seleção brasileira, Diogo Gamboa, da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC), disse que o título inédito foi muito comemorado. Além dele, dois atletas da Fundação Municipal de Esportes, participaram desta conquista.

“Pela primeira vez o Brasil foi campeão geral por equipe, inédito, nunca chegamos perto disso, foi uma competição maravilhosa, conquistamos três medalhas nas disputas individuais e a recepção do público foi excelente”, comentou.

- Publicidade -

Caio Bonfim foi o destaque da seleção brasileira, conquistou medalha de prata na prova dos 20 km, com o tempo de 1:23:07. O vencedor foi o peruano Cesar Rodrigues Diburga, com 1:23:06.

As outras duas medalhas que o Brasil conquistou foram de bronze: João Victor Magalhães nos 10km Sub-20 (45:16.64) e Kaubert França (CASO-DF), no Sub-18.

De Balneário

O campeão brasileiro e líder do ranking nacional na Categoria Sub-20, Heron Rodrigues Miranda, fez o tempo de 45’26” e conquistou a quarta colocação, nos 10km. Karlana Malaghini com 57’36” foi oitava colocada, na categoria Sub 20. 

A atleta Lilian Dumes Bittencourt, que lidera o ranking brasileiro na Categoria Sub-20, não participou do evento porque testou positivo para Covid.

A competição serviu de preparação para os atletas que têm índices para o Campeonato Mundial de Marcha por Equipes, que será disputado nos dias 4 e 5 de março, em Mascate, Omã.

“Agora é trabalhar bastante quatro semanas para estar no Mundial com Heron e Lilian, já recuperada da Covid. Ambos já haviam conquistado índice para esta prova antes mesmo do Sul-americano”, disse o técnico Diogo Gamboa. 

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -