- Publicidade -
- Publicidade -
29.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Com atleta e técnica de Balneário Camboriú, Brasil vence Mundial de Handebol em Cadeira de Rodas

A seleção brasileira foi a vencedora do Campeonato Mundial de Handebol em Cadeira de Rodas Four a Side (International Handball Federation – IHF), realizado no Egito. O último jogo aconteceu no domingo (25), contra o time da casa.

Balneário Camboriú fez parte da seleção brasileira com o paratleta Claudinei Marques Dias e a técnica Gévelyn Almeida, ambos do Instituto Catarinense de Esportes para Deficientes (ICED).

O Brasil fez uma campanha destaque no Campeonato Mundial, acumulando vitórias contra seleções como a da Eslovênia, Holanda, Índia, Chile e na final desbancou o país sede, Egito, com um saldo de 111 gols a favor e 39 sofridos.

- Publicidade -

A técnica Gévelyn, de Balneário, falou ao Página 3 sobre a importância da conquista, destacando que o Brasil teve o goleiro com a melhor eficiência, Marcelo Amaral e o melhor jogador do Campeonato, Guilherme Lourenço, além de um dos melhores artilheiros, Jordean Rodrigues.

“Estaremos retornando para casa com o título de campeões mundiais do HCR4, Handebol em Cadeira de Rodas Four a Side, que é uma adaptação do handebol de areia. O atleta Claudinei Marques Dias, goleiro especialista e eu, que integrei a comissão técnica, representamos Balneário Camboriú na seleção nacional. O Brasil teve excelentes jogos, realizou uma campanha com 100% de vitórias, e fez uma grande final contra a equipe da casa, a seleção do Egito. Foi um jogo emocionante, conseguimos levar para o 3º set, onde permaneceu empatado, indo para a cobrança de shoot out (pênalti em movimento) e vencemos, por 3×0, mesmo com a pressão do ginásio lotado”, diz.

Gévelyn agradeceu quem apoia e acredita no paradesporto de Balneário Camboriú, e pontua que a participação e vitória no Mundial foi a ‘consagração’ do trabalho que realizam no ICED.

“Foi extremamente gratificante e o ápice do trabalho que realizamos em nossa cidade”, completou.

Gévelyn e Claudinei, de Balneário Camboriú.
- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -