- Publicidade -
- Publicidade -
20.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Exame de faixa aprovou atletas de taekwondo da Associação Dragão Negro de Balneário e de Camboriú

A Federação Brasileira de Taekwondo JTF, juntamente com a Associação Dragão Negro de Balneário Camboriú e de Camboriú, realizou o 199º Exame de Faixa, que aprovou 41 atletas de 5 a 17 anos. Eles são alunos do Projeto SWAT de Taekwondo de Balneário Camboriú e Camboriú.

O exame aconteceu no Ginásio de Esportes da Escola Amadio Dalago, em Camboriú, no último dia 24.

A Associação Dragão Negro BC tem como responsável a Instrutora Cláudia Eccel, 3º Dan e tem convênio com o CMDCA. A Associação Dragão Negro Camboriú com convênio com a FME Camboriú e tem como responsável, a Mestre Rafaela de Souza, 4º Dan.

- Publicidade -
(Foto Flávia Rodrigues Urrutia)

O Grão Mestre Clóvis Ribeiro, faixa Preta 8º Dan e presidente da Federação, explicou que os exames de faixa ou graduação, servem como parâmetros para os instrutores que ministram as aulas para os alunos.

“Eles terão uma idéia no que precisam melhorar nas aulas e para os alunos colocar em prática suas habilidade, sendo que poderão também fazer uma auto avaliação nos pontos que mais tiverem facilidade e dificuldade, durante a apresentação de suas técnicas e com isso melhorarem seus treinamentos”, disse Ribeiro.

Para a Federação, o exame de faixa revela a qualidade e performance das aulas que o instrutor está ministrando e que o aluno está recebendo.

“Desta forma, a equipe técnica da Federação poderá tomar providências caso as técnicas não estão sendo aplicadas ou executadas conforme o padrão do Taekwondo JTF, permitindo assim um cuidado minucioso para preparar cada dia mais o instrutor e capacitá-lo para a aplicação em classe”, detalhou o presidente da Federação.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -