- Publicidade -
- Publicidade -
22.8 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

GP da Áustria acontece neste final de semana com novo formato

(FOLHAPRESS) – O GP da Áustria foi uma das corridas com maior número de ultrapassagens na temporada passada. E, a exemplo do que vai acontecer neste ano, foi um final de semana de sprint. A diferença para 2023 é que o formato mudou. Agora, são duas sessões de classificações independentes, e o resultado da sprint não conta mais para a definição do grid de largada do domingo.

Esse formato estreou no GP do Azerbaijão e dividiu opiniões. A classificação da corrida do domingo (2) será na sexta-feira (30). E o sábado fica reservado para o qualificatório da sprint e a corrida mais curta, com um terço da duração do GP.

A prova do ano passado marcou a última vitória da Ferrari, com Charles Leclerc. O monegasco teve uma de suas melhores atuações, vencendo mesmo com um problema no acelerador. É esperado que a Ferrari volte a se adaptar bem ao Red Bull Ring, mas os donos da casa hoje têm uma vantagem maior do que há 12 meses. E o “exército” de Max Verstappen deve novamente pintar as arquibancadas de laranja.

- Publicidade -

ONDE ACOMPANHAR O GP DA ÁUSTRIA:

Sexta-feira, 30 de junho

Treino livre 1, das 8h30 às 9h30: BandSportsClassificação do GP, das 12h às 13h: BandSports e BandPlay (com acesso grátis)

Sábado, 1º de julho

Classificação da sprint, das 7h às 7h45: BandSportsSprint, das 11h30 às 12h: Band (transmissão começa 11h) e BandSports

Domingo, 2 de julho

Corrida, a partir das 10h: Band e BandNewsFM (transmissão começa às 9h)

- Publicidade -

CIRCUITO RED BULL RING

Distância: 4.318m

Recorde em corrida: 1min05s629 (Carlos Sainz, McLaren, 2020)

Número de voltas: 71

DRS – 3 zonas de ativação:

1ª detecção 160m antes da curva 1 e ativação 102m depois da curva 1

2ª detecção 40m antes da curva 3 e ativação 100m depois da curva 3

3ª detecção 120m antes da curva 10 e ativação 106 depois da curva 10

Pneus disponíveis: C3 (duros), C4 (médios) e C5 (macios)

RESULTADO DE 2022

Pole Position: Max Verstappen (HOL/Red Bull) – 1min09s984*

*pole position da sprint. Max também saiu na frente no GP.

Pódio

1º Charles Leclerc (MON/Ferrari) – 1h24min24

2º Max Verstappen (HOL/Red Bull) +1s532

3º Lewis Hamilton (ING/Mercedes) +41s217

CARACTERÍSTICAS DO CIRCUITO RED BULL RING

O Red Bull Ring é um circuito que parece simples pelo número pequeno de curvas, mas que é traiçoeiro. Cambagem das curvas faz o carro sair de frente, freadas fortes exigem carro equilibrado e boa aderência mecânica, e há algumas zebras mais altas, que já pegaram alguns pilotos desprevenidos e geram um desafio a mais para as suspensões.

O grande temor das equipes é que seu carro fique preso atrás de um “trenzinho de DRS”, em que vários pilotos ficam a menos de 1s de quem está na frente, acionam a asa traseira por boa parte da volta (já que são três zonas de ativação), mas não conseguem ultrapassar devido à turbulência.

A questão da altitude (que é semelhante à do circuito de Interlagos) faz com que o arrefecimento dos motores sofra, e costuma haver diferenças no rendimento de cada motor em relação ao que normalmente acontece na temporada. Os freios também sofrem pelo mesmo motivo, ainda mais com as freadas fortes das curvas 1, 3 e 4, que elevam muito as temperaturas.

CURIOSIDADES SOBRE O GP DA ÁUSTRIA

Essa pista de 4.318m é uma das mais curtas do campeonato e tem apenas 10 curvas (o menor número da temporada). Trata-se da oitava configuração diferente usada na mesma região da pista original de Österreichring desde a primeira etapa, disputada em 1970. Naquela época, o circuito tinha quase 6km, tendo sido encurtado para uma extensão semelhante à atual apenas em 1997.

McLaren e Ferrari são as equipes que mais venceram no GP da Áustria, com seis vitórias cada. Nas 11 corridas disputadas no Red Bull Ring desde que a F1 voltou ao circuito em 2014, nenhum vencedor saiu da terceira fila em diante. E seis deles largaram na pole position.

Os pilotos costumam se hospedar em um hotel que fica praticamente dentro da pista. Ele pertencia a Dietrich Mateschitz, ex-dono da Red Bull, que faleceu ano passado. Sua família ainda tem várias propriedades na região, além da pista em si.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -