- Publicidade -
- Publicidade -
16.8 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Hamilton aprova mudança na corrida sprint e espera etapa ‘mais emocionante’ do ano em Baku

As mudanças no formato da corrida sprint que continuará contando pontos para o Mundial de Fórmula 1, mas deixará de ser utilizada para a formação do grid, foram avaliadas positivamente por Lewis Hamilton. Em entrevista ao chegar em Baku nesta quinta-feira, ele disse apoiar as alterações de “forma absoluta”, pois considera o novo cenário desafiador. Além disso, espera que o GP do Azerbaijão, primeira etapa com sprint a ser realizada após a reformulação, seja o “mais emocionante” do ano.

“Acho que vai ser difícil para todos, mas estamos no mesmo barco, e é uma ótima pista para fazer isso, onde é possível ultrapassar. Tivemos ótimas corridas aqui”, disse, antes de comentar sobre a retirada do segundo treino livre do cronograma das etapas com corrida curta. “É definitivamente difícil ter apenas uma sessão, você provavelmente faz 20 voltas e imediatamente está na classificação, mas é para isso que estamos aqui, certo?”.

Com as alterações promovidas pela organização da F-1, as etapas que já tinham sprint em sua programação, caso do GP de Azerbaijão deste final de semana, terão o treino classificatório para a corrida principal na sexta-feira, após apenas um treino livre no mesmo dia.

- Publicidade -

A corrida sprint, de 100 km ou 30 minutos, será disputada aos sábados, depois de uma classificação de três segmentos (Q1, Q2 e Q3) para definir as posições de largada. Durante os treinos para a definição do grid para a corrida curta, haverá obrigatoriedades em relação ao uso de pneus.

No Q1 e no Q2, os pilotos serão obrigados a utilizar compostos médios. Já no Q3 será permitido apenas o uso de macios. Ao fim da sprint, os pontos serão distribuídos do primeiro ao oitavo colocado. O vencedor soma oito, o segundo sete e assim por diante, em ordem decrescente, assim como já funcionava anteriormente.

MELHORIAS NO CARRO

Hamilton não está ansioso apenas para ver como se dará a disputa em meio às reformulações de formato. Após conseguir o primeiro pódio da temporada na corrida passada, na Austrália, ele também espera colher os frutos das atualizações feitas em sua Mercedes.

“Acho que será o início de um novo caminho para nós”, disse. “No fundo, ainda será o mesmo carro, mas parte do caminho para chegarmos onde queremos. Não vamos estar onde queríamos estar no início da temporada, mas acho que é muito positivo, muito trabalho bom tem sido feito na fábrica para dar tempo de progredir na direção certa”, completou.

A disputa do GP do Azerbaijão, começa às 6h30 (horário de Brasília), no Circuito Internacional de Baku, com o primeiro treino livre. A partir das 10h, começa o treino classificatório. A corrida sprint ocorre às 10h30 de sábado e corrida principal está marcada para as 8h de domingo.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -