- Publicidade -
- Publicidade -
25 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Handebol de Itajaí decide a Liga Nacional neste sábado contra o paulista Taubaté

É a primeira vez que uma equipe catarinense chega à final da mais importante competição do país

A equipe Itajaí/Univali vai disputar a final da Liga Nacional de Handebol Masculino, contra o time paulista Taubaté, neste sábado (10), às 17h, em São José. 

Esta é a primeira vez em quase 20 anos de Liga que uma equipe catarinense chega à final.

Para chegar na decisão, o time Itajaí/Univali empatou com o Pinheiros, derrotou o Piauí e nesta sexta-feira (9), ganhou do Máquinas do Mato Grosso.

- Publicidade -

O técnico Drean Dutra disse que o jogo contra o Máquina foi intenso.

“Empatamos com o Pinheiros e fomos decidir no saldo. Tínhamos que fazer 35 gols de diferença, porque eu sabia que o Pinheiros não ia conseguir ganhar de 20 do Piauí. Mas era o jogo da vida deles. Falei para eles, se ganharmos de 35 bolas, temos chance de ir para a final, que é o sonho de todos. Conseguimos ganhar de 34 bolas e o Pinheiros ganhou de 17 e acabamos nos classificando para a decisão com Taubaté”, contou.

Na outra chave, Taubaté ganhou de Cascavel, de Guarulhos e de Carajás. 

Os campeões de cada chave vão direto para a disputa do título.

O técnico comemorou demais esta conquista, porque não tem uma estrutura forte como a dos adversários paulistas. 

“Hoje é um dia especial na minha vida, a única final que nunca tinha disputado como técnico é essa da Liga. A sensação é inexplicável, ano passado batemos na trave. É histórico um time catarinense disputar a final. Além de tudo, tiramos a hegemonia de 12 anos dos paulistas decidirem o título entre eles. Nós mudamos isso. A decisão será entre um time paulista e um catarinense pela primeira vez na Liga”, disse.

Chegar numa final de Liga tem outra grande vantagem: a possibilidade de ir ano que vem para o Sul Centro Americano de Handebol, evento internacional.

- Publicidade -

“A equipe que ganhar o Sul Centro vai para o Globo, onde estarão as 10 melhores equipes de cada  continente, é uma vitrine do mundo”.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -