- Publicidade -
- Publicidade -
22.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

João Fonseca bate italiano e vai à final do US Open juvenil

UOL/FOLHAPRESS – O brasileiro João Fonseca, de 17 anos, está na final do US Open juvenil. O carioca, atual número 7 do mundo no ranking para jovens com até 18 anos, conquistou seu lugar na decisão ao superar o italiano Federico Cina (16 anos, #16) por 6/4, 3/6 e 6/4, em um duelo nervoso e que foi interrompido por calor excessivo e, mais tarde, pela ameaça de raios.

Fonseca é visto como a maior promessa do país há algum tempo. No ano passado, liderou o Brasil na conquista da Copa Davis juvenil. Em 2023, ganhou um convite para a chave principal do Rio Open e fez uma bela apresentação. Além disso, assinou contrato de patrocínio com a marca suíça On, que tem Roger Federer como investidor. Agora, em Nova York, vai brigar pelo título contra o vencedor do jogo entre o francês Arthur Gea (18 anos, #17) e o americano Learner Tien (17 anos, #13).

COMO ACONTECEU

- Publicidade -

Fonseca saiu atrás, tendo o saque quebrado logo em seu primeiro game. O brasileiro, contudo, se recuperou rápido, devolvendo a quebra e igualando o placar em 2/2. Mais agressivo em quadra, João pressionava o italiano sempre que possível e foi recompensado com outra quebra no sétimo game. Depois disso, manteve a frente até fazer 6/4 no primeiro set.

Cina começou melhor na segunda parcial, novamente quebrando o serviço do brasileiro, mas desta vez abrindo 3/0. A partida, então, foi interrompida por calor excessivo, e retomada apenas cerca de uma hora depois. Fonseca retornou melhor, quebrando o saque do italiano e salvando um break point antes de deixar o placar igualado em 3/3. O brasileiro, porém, vacilou quando sacava em 3/4. Ao errar uma direita e uma esquerda em sequência, cedeu o que se mostrou a quebra decisiva da parcial. Cina fez 6/3 e forçou o terceiro set.

No começo da parcial decisiva, outra paralisação, mas por mau tempo. Com a ameaça de raios, a organização mandou os garotos para o vestiário, e o jogo só recomeçou mais de quatro horas depois. Fonseca voltou melhor, e teve três break points no quarto game, mas Cina se salvou. Depois, no oitavo, foram mais quatro chances de quebra desperdiçadas. No décimo, Cina finalmente sucumbiu.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -