- Publicidade -
- Publicidade -
25.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Mãe e filho, moradores de Balneário Camboriú, no pódio do Desafio de Ciclismo da Serra do Rio do Rastro

Os moradores de Balneário Camboriú, a advogada Maria Belén Luz, 45 anos, e seu filho, Felipe Luz, 16 anos, foram destaque no 17° Desafio de Ciclismo da Serra do Rio do Rastro, realizado domingo (5).

Felipe venceu na categoria MTB Júnior e Belén, é a campeã da categoria MTB Elite e na Geral. 

Os dois não escondem a felicidade e conversaram com o jornal, salientando que a paixão pelo ciclismo vem de família. 

- Publicidade -

Felipe já participou da prova três vezes e dessa vez conseguiu se destacar. Sua mãe tem larga experiência, como ele mesmo descreve, é ‘praticamente a dona’ da prova. 

“Ela é pentacampeã! Fico feliz porque a nossa família é toda envolvida, meu pai, Carlinhos, fica no apoio… todos treinamos juntos e conseguimos esses bons resultados”, disse o jovem. 

A paixão pelo ciclismo iniciou há sete anos, através do pai Carlinhos Luz, que era obeso e encontrou nos pedais um incentivo para a prática do esporte. 

“Influenciou eu e a minha mãe. A bike conecta a família no pedal aos finais de semana, nos treinos, nas provas… todos juntos fazendo o que gostamos. Minha irmã, Mariana, que tem 13 anos, não pedala, mas ela pratica outros esportes, e foi ela que incentivou meu pai a começar a praticar”, acrescentou. 

A pentacampeã Belén diz que o Desafio é sempre muito esperado, e que ‘adora’ subir a Serra, mas que sempre surge o ‘friozinho na barriga’. 

O filho concorda com ela, e afirma que no momento o objetivo é seguir em frente, focando em pedalar forte. 

“Adoro subir a Serra, cada subida é única, sempre dá frio na barriga, porque queremos fazer o melhor, fora o desafio da subida e o desafio do clima também, largamos com calor e em cima estava frio e chovendo. O visual vale cada gota de suor. Vai gente do Brasil inteiro, tem gente que vai para se desafiar, para curtir, para fazer foto, para pagar promessa e, claro, para competir”, pontuou Belén.

- Publicidade -

No começo Felipe não estava indo bem, mas disse que ‘veio uma gana’ e conseguiu pegar um ritmo bom. 

“E fui até o final sozinho. O clima ajudou, estava friozinho, é um lugar bem famoso por ser difícil, são 284 curvas na serra! Foi muito legal essa vitória dupla”, comentou o jovem, que foi elogiado pela mãe por sua disciplina e por estar conquistando seu espaço no esporte.

Belén aproveita para incentivar os leitores a também praticarem esportes, porque tira do sedentarismo, traz disciplina, comprometimento, e exige dedicação e vida saudável. 

“O Desafio da Serra do Rio do Rastro é uma superação, e vamos ter outras provas ao longo do ano – praticamente todos os finais de semana temos provas, normalmente sempre estamos competindo. Em novembro temos o Desafio novamente, são dois por ano”, completou Belén.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -