- Publicidade -
- Publicidade -
24.6 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Paratleta de Balneário Camboriú vai escalar a Pedra da Gávea, no Rio, em dezembro

O paratleta de Balneário Camboriú, Ezequiel da Luz Geraldo, que representa a Associação de Apoio às Famílias dos Deficientes Físicos (Afadefi-BC), será o primeiro cadeirante de BalneárioCamboriú a participar do projeto Coletivo Inclusivo e irá realizar o seu sonho de subir a Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro.

(Arquivo Pessoal)

Ezequiel, mesmo sendo cadeirante, é fã de atividades de aventura, costuma ir de caiaque à Ilha das Cabras com frequência, é ativo no paradesporto, além de nadar e já ter voado de asa-delta. 

Em Balneário Camboriú ele escalou o conhecido Pico da Teta, e foi assim que surgiu a oportunidade de escalar a Pedra da Gávea, no Rio. 

- Publicidade -

“Recebi esse convite [subir no Pico da Teta] do amigo aventureiro, Cleber Furtado. Fizemos essa aventura que nos rendeu boas fotografias e, ao compartilhar nas redes sociais, surgiu o convite de um pessoal do Rio de Janeiro, que faz um trabalho social muito lindo, o projeto Coletivo Inclusivo”, diz.

O Coletivo Inclusivo leva, uma vez a cada mês, uma pessoa com deficiência para escalar a Pedra da Gávea, e a vez de Ezequiel está chegando: ele subirá o icônico ponto carioca em 21 de dezembro. 

“Minhas expectativas são as melhores! Estou muito ansioso por esse passeio. Creio que será incrível, pois estou há um ano na fila esperando chegar minha vez”, afirma.

Todas as aventuras de Ezequiel podem ser acompanhadas através do Instagram dele, @ezequielatletabc.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -