- Publicidade -
- Publicidade -
28 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Rafael Matos, da ADK Tennis, de Itajaí, vence ao lado de Felipe Meligeni e classifica o Brasil na Copa Davis

A dupla marcou o terceiro ponto no duelo contra a China em Florianópolis

Rafael Matos, atleta da ADK Tennis, de Itajaí, segue sua série de vitórias após o título do Australian Open (conquistado ao lado de Luisa Stefani). No sábado (4), ele e Felipe Meligeni venceram o terceiro ponto para o Brasil e garantiram o triunfo do país contra a China na Copa Davis disputada em Florianópolis. O time fechou o confronto por 4 a 0.

Matos e Meligeni derrotaram a dupla formada por Jie Cui e Ze Zhang por 6/2 6/3 após 1h19min. Com os triunfos de Matheus Pucinelli e Thiago Monteiro na sexta-feira (3), o Brasil definiu o confronto dos Playoffs do Grupo Mundial I e aguarda adversário do Grupo Mundial I em setembro buscando vaga nos Qualifiers de 2024. Os Qualifiers levam o time para as finais no fim do próximo ano. A equipe é capitaneada por Jaime Oncins e tem ainda Thiago Monteiro, Matheus Pucinelli e Gustavo Heide.

“Entramos bem ligados pois sabíamos que eles poderiam apresentar um bom tênis. Minha primeira Copa Davis em casa, é muito especial jogar perto da família, dos amigos, torcida brasileira é uma energia diferente. Ainda mais jogando ao lado de um irmão como é o Felipe é um momento especial”, disse Matos que jogou sua terceira partida em Copa Davis e soma três vitórias – a primeira contra o Líbano em 2021 (ao lado de Marcelo Demoliner) e a segunda ano passado contra Portugal (junto com Felipe). 

- Publicidade -

“Mesmo com nervosismo, a pressão de jogar em casa, – foi minha primeira vez atuando aqui no Brasil -, fizemos uma boa partida. Felipe devolveu muito bem, no início eu não estava sentindo bem a devolução e estava jogando um pouco mais com outros recursos, mas nos apoiamos o tempo inteiro. Conseguimos puxar essa energia da torcida que às vezes é mais difícil por conta da pressão, mas foi bom, tecnicamente jogamos bem, sacamos bem, um voleio ou outro uma vaciladinha, mas no geral foi bom”, declarou.

Matos e Felipe têm dois títulos de ATP juntos em Córdoba, na Argentina, em 2021, e Santiago, no Chile, em 2022.

Matos comentou como foi a semana após a conquista do Aberto da Austrália.

“Semana foi bem agitada, tinha essa pressão a mais pelo título lá (na Austrália), também por ser uma Copa Davis, minha primeira em casa, torcida estava apoiando, mas tem a pressão, mas isso vai ter, conseguimos controlar. Maneira é como tu vai controlar isso, mais uma vez encarei bem com todo o trabalho que fizemos. Bastante confiança no trabalho para encarar esse momento”, destacou.

Após os compromissos com o time brasileiro ele viajou domingo (5) para a Argentina onde disputa o ATP 250 de Córdoba, na Argentina, a partir desta segunda-feira (6). Depois segue para Buenos Aires, depois o Rio Open e o ATP 500 de Acapulco, no México, todos com o parceiro David Vega.

A equipe ADK Tennis/Itamirim Clube de Campo conta com o patrocínio da Taroii Group e Promenac Veículos, os co-patrocínios CORE – Clínica de Ortopedia e Reabilitação Esportiva / Marcelo Pfitzer – Fisioterapia / Fort Atacadista e parcerias da FMEL – Fundação Municipal de Esporte e Lazer Itajai, Confederação Brasileira de Tênis e Federação Catarinense de Tênis.

fonte: Gallas Press

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -