- Publicidade -
- Publicidade -
17.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Reforma no ginásio da Barra está entre as prioridades da nova direção da Fundação Municipal de Esportes

José Olegário Bacca (Didi) que atuava como diretor administrativo financeiro, foi nomeado superintendente da Fundação Municipal de Esportes, no último dia 8. Ele assume no lugar de Osmar Miranda (Mazinho), que deixou o cargo para concorrer a uma vaga no Legislativo.

Didi disse ao Página 3 que, além de dar continuidade aos projetos, ações em andamento e eventos programados, quer priorizar um trabalho nas bases, nas estruturas mantidas pela Fundação, que são os ginásios, praças esportivas, quadras e campos de futebol. 

“Queremos dar uma atenção especial, porque alguns precisam de manutenção, pintura, outros de reforma, e o nosso projeto prioritário é o G3 (ginásio da Barra), que está sendo usado, mas precisa de reformas. Estamos refazendo todo o projeto, porque empresas que ganharam a licitação começaram e desistiram. Foi necessário refazer o projeto arquitetônico, que deve estar pronto até final deste mês, então será feita nova licitação para as reformas necessárias”, disse.

Esta semana o jornal Página 3 recebeu reclamações sobre dois assuntos: o programa Bolsa Atleta que terá um número maior de beneficiados, portanto o valor reduzirá para cada atleta e a contratação de professores para as escolinhas. “O prazo para entregar a documentação era final de março e até hoje não fomos chamados”, disse um professor.

- Publicidade -

Questionado sobre os dois assuntos, Didi disse que atualmente a Fundação tem 32 professores contratados para as escolinhas esportivas e que novos serão chamados quando for necessário.

“Estamos chamando alguns professores para escolinha de xadrez, vôlei, karatê, só estamos esperando liberar a parte financeira, para então chamar”, afirmou.

Sobre o Bolsa Atleta, o prazo para entrega da lista prévia de beneficiados, que é feita pelo Conselho Municipal de Esportes, terminou na quarta-feira (10). A lista foi publicada no dia seguinte. Didi afirmou que tudo segue dentro do prazo.

“O edital foi publicado em janeiro, foram feitas as inscrições e a avaliação do Conselho. No meio do processo da avaliação foi solicitada uma prorrogação de prazos, porque fomos surpreendidos pelo grande número de inscritos e esse prazo acabou quarta-feira”, explicou.

No ano passado foram 280 beneficiados. Este ano foram cerca de 450 inscritos, mas o valor do programa é o mesmo, R$1.100.000,00.

“Esse aumento é positivo, significa que mais atletas se deram bem em campeonatos. Se aumentou o número de inscritos é porque aumentaram os bons resultados”, afirmou.

Após a publicação da lista prévia, há um prazo para recursos e em seguida a parte contratual, com a assinatura do termo, prevista para o próximo dia 25. Os pagamentos deverão iniciar em maio, acredita Didi.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -