- Publicidade -
- Publicidade -
19.4 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Stefani cai nas duplas em Indian Wells e Bia Haddad enfrentará asiáticas na semi

O sonho de uma semifinal com brasileiras em Indian Wells chegou ao fim nesta quinta-feira com a eliminação de Luisa Stefani, ao lado da canadense Gabriela Dabrowski, diante da japonesa Miyu Kato e de Aldila Sutjiadi, da Indonésia, por 6/2 e 7/6 (7/4), nas quartas de final. As asiáticas serão as rivais de Bia Haddad e da alemã Laura Siegemund.

Brasileira e canadense começaram desligadas e foram quebradas logo no primeiro game. Sem conseguir ameaçar o saque das asiáticas, voltaram a perder o serviço no quinto game e acabaram caindo no primeiro set por 6 a 2 em somente 27 minutos.

Irreconhecíveis em quadra, elas seguiram sem acertar nada no segundo set e chegaram a estar com desvantagem de 4 a 0. Com 5 a 1 contra, salvaram dois match points. A reação, enfim, veio, com elas emplacando cinco pontos seguidos e virando para 6 a 5. O empate levou a definição para o tie-break.

- Publicidade -

Mais uma vez Stefani e Dabrowski largaram mal, com 4 a 0 contra. Kato e Sutjiadi tinham novo 5 a 1 e permitiram pequena reação e 5 a 4 no placar. Foram para o saque confiantes, chegaram ao match point e desta vez não desperdiçaram, fechando em 7 a 4.

Em outro duelo das quartas, as checas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova, principais favoritas em Indian Welles, confirmaram a força com duplo 6/3 sobre a australiana Storm Hunter e a belga Elise Mertens e agora desafiam as japonesas Ena Shibahara e Shuko Aoyama na outra semifinal.

IGA SWIATEK ARRASA

No torneio de simples, a polonesa Iga Swiatek continua passando fácil por suas oponentes e caminha firme para buscar o bicampeonato – superou a grega Maria Sakkari na final de 2022. Nesta quinta-feira, a líder do ranking fez 6/2 e 6/3 sobre a romena Sorana Cirstea e terá pela frente, na semifinal, a casaque Elena Rybakina, que bateu a checa Karolina Muchova em três sets, parciais de 7/6 (7/4), 2/6 e 6/4.

A repetição da decisão de 2022 ainda é possível, pois Sakkari está na outra semifinal, na qual terá pela frente um duro compromisso com a segunda cabeça de chave, a belarussa Aryna Sabalenka.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -