- Publicidade -
- Publicidade -
23 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Vereadores aprovaram projeto Bolsa Atleta de Balneário Camboriú a partir de 12 anos

Mais de 40 crianças será beneficiadas já no primeiro edital, diz o autor do projeto, Samir Dawud

A partir do próximo ano, se o prefeito Fabrício Oliveira sancionar o Projeto de Lei Ordinária 113/2023, do vereador Samir Dawud (PDT), que altera dispositivo da Lei nº 3.344/2011, que cria o sistema municipal de esportes de Balneário Camboriú, atletas entre 12 e 14 anos já terão direito ao benefício municipal Bolsa Atleta, da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC).

Com a alteração aprovada na sessão desta quarta-feira (25), fica estabelecida a idade mínima de 12 anos para que um atleta possa pleitear a concessão da Bolsa Atleta Municipal, que antes era de 14 anos.

“Fiquei muito feliz, porque estou poucos dias aqui, e aprovamos uma lei que vai ter impacto social, porque conversamos com vários pais de crianças de 12 a 14 anos, que não recebiam o benefício, mesmo já competindo em nivel nacional e internacional”, disse Dawud.

Ele conta que na formulação do projeto, conversou com professores da área de esportes e acredita que perto de 50 crianças serão beneficiadas já no primeiro edital. Várias delas com conquistas nacionais e internacionais.

“Temos atletas de destaque nacional e internacional, como a Kiara, 12 anos, no jiu jitsu, disputa competições nacionais pela CBJJ e também pela AJP internacional; temos o Cobrinha, que tem títulos nacionais e internacionais, já competiu em Abu Dhabi, temos destaques no skate e em várias modalidades e estes atletas, por causa da idade, não recebem auxílio do município, aí precisam fazer vaquinhas, rifas para conseguir competir”, disse o vereador.

- Publicidade -

Dawud garante que o orçamento não será impactado, e ele já está fazendo uma indicação para que o valor do próximo Bolsa Atleta seja aumentado, para não prejudicar os demais beneficiados.

“O que queremos é abrir oportunidades para que um número maior de jovens talentosos possa receber o suporte financeiro necessário para desenvolver seu potencial esportivo”, afirmou o vereador. 

Mais um 

Na mesma sessão, o plenário também aprovou o Projeto de Lei Ordinária 119/2023, do prefeito Fabrício Oliveira, que autoriza o Poder Executivo Municipal a indenizar área de terra que especifica, no bairro dos Municípios, em favor de Egídio Paes Landim e outros, destinada à Avenida Eco Parque.

Os dois projetos aprovados serão enviados para sanção do Poder Executivo Municipal.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -