Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Esporte
Com 2 de Diego Souza, Grêmio bate Cuiabá de novo e vai à semi da Copa do Brasil

Quarta, 18/11/2020 18:44.

Publicidade

Por Felipe Rosa Mendes

Diego Souza voltou a brilhar nesta quarta-feira e o Grêmio garantiu sua vaga na semifinal da Copa do Brasil. Jogando em casa, o time gaúcho derrotou novamente o Cuiabá, desta vez por 2 a 0, com dois gols do atacante. Ele já havia deixado sua marca na partida da semana passada, no triunfo por 2 a 1.

Diferentemente do que aconteceu no jogo de ida, o Grêmio impôs seu domínio ao longo dos 90 minutos, principalmente no primeiro tempo, quando exibiu atuação fulminante, com seus dois gols - ambos com assistência de Pepê. Do outro lado, o Cuiabá foi irreconhecível em comparação ao primeiro jogo. Apático, raramente buscou o ataque e praticamente não ofereceu resistência aos favoritos.

A classificação confirma a boa fase da equipe comandada por Renato Gaúcho. Agora o Grêmio soma nada menos que 11 jogos de invencibilidade na temporada, sendo oito vitórias consecutivas, somando jogos de diferentes competições. Na semifinal, o futuro adversário gremista sairá do confronto entre Flamengo e São Paulo.

Sem poupar titulares, o Grêmio contou com o retorno dos zagueiros Pedro Geromel e David Braz e fez valer no primeiro tempo a força máxima escalada por Renato Gaúcho. Desde o apito inicial, o time da casa pressionou o adversário e não deu sossego ao goleiro João Carlos.

Aos 9 minutos, Pepê levantou na cabeça de Diego Souza, que não perdoou. A dupla ainda faria mais estrago na defesa do Cuiabá na etapa inicial. Três minutos após o gol, em nova assistência de Pepê, o camisa nove finalizou para fora e desperdiçou. Neste ritmo, o mesmo Diego Souza mandou para as redes aos 20. O gol, no entanto, foi anulado, por impedimento de Matheus Henrique no início da jogada.

O roteiro se repetiu aos 24, desta vez com cabeçada certeira de David Braz. A bola entrou, mas novamente a arbitragem assinalou irregularidade, desta vez porque o zagueiro estava em posição de impedimento. Aos 39, os jogadores gremistas pediram pênalti por conta de suposto toque de mão de Hayner dentro da área. O árbitro ignorou o lance.

O domínio dos anfitriões se consolidou no placar aos 41, em nova parceria de sucesso entre Pepê e Diego Souza. O primeiro disparou pela esquerda, em rápido contra-ataque, e deu belo passe para o segundo, dentro da área, só bater para as redes.

Depois de abrir boa vantagem no placar, o time gaúcho desacelerou no início do segundo tempo e o Cuiabá, até então inoperante no ataque, começou a buscar a defesa rival. O jogo ganhou em equilíbrio, embora o Grêmio demonstrasse clara superioridade técnica.

Com o placar de 2 a 0, o time da casa tinha vantagem de três gols sobre o Cuiabá, em razão da vitória por 2 a 1 no jogo de ida. Em campo, o Grêmio era mais lento, arriscava menos e Renato Gaúcho resolveu poupar titulares. Entraram Ferreira, Thaciano, Isaque, Lucas Silva e Churín.

As mudanças desfiguraram o Grêmio, sem o mesmo entrosamento no meio-campo. Como consequência, Pepê e Diego Souza passaram a ficar isolados. O primeiro ainda tentava em jogadas individuais, sem sucesso. Mas não chegou a fazer falta porque o Cuiabá pouco ameaçava, o que facilitou a vida do time gaúcho para sacramentar sua vaga na semifinal.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 2 x 0 CUIABÁ

GRÊMIO - Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Diogo Barbosa; Matheus Henrique (Lucas Silva), Darlan (Ferreira) e Jean Pyerre (Thaciano); Everton (Isaque), Pepê e Diego Souza (Churín). Técnico: Renato Gaúcho.

CUIABÁ - João Carlos; Hayner (Diego Jardel), Edinei, Anderson Conceição e Romário; Nenê Bonilha (Auremir), Matheus Barbosa e Elvis; Yago (Lenon), Willians Santana (Perdigão) e Maxwell (Pierini). Técnico: Allan Aal.

GOLS - Diego Souza, aos 9 e aos 41 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO - Willians Santana.

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Com 2 de Diego Souza, Grêmio bate Cuiabá de novo e vai à semi da Copa do Brasil

Publicidade

Quarta, 18/11/2020 18:44.

Por Felipe Rosa Mendes

Diego Souza voltou a brilhar nesta quarta-feira e o Grêmio garantiu sua vaga na semifinal da Copa do Brasil. Jogando em casa, o time gaúcho derrotou novamente o Cuiabá, desta vez por 2 a 0, com dois gols do atacante. Ele já havia deixado sua marca na partida da semana passada, no triunfo por 2 a 1.

Diferentemente do que aconteceu no jogo de ida, o Grêmio impôs seu domínio ao longo dos 90 minutos, principalmente no primeiro tempo, quando exibiu atuação fulminante, com seus dois gols - ambos com assistência de Pepê. Do outro lado, o Cuiabá foi irreconhecível em comparação ao primeiro jogo. Apático, raramente buscou o ataque e praticamente não ofereceu resistência aos favoritos.

A classificação confirma a boa fase da equipe comandada por Renato Gaúcho. Agora o Grêmio soma nada menos que 11 jogos de invencibilidade na temporada, sendo oito vitórias consecutivas, somando jogos de diferentes competições. Na semifinal, o futuro adversário gremista sairá do confronto entre Flamengo e São Paulo.

Sem poupar titulares, o Grêmio contou com o retorno dos zagueiros Pedro Geromel e David Braz e fez valer no primeiro tempo a força máxima escalada por Renato Gaúcho. Desde o apito inicial, o time da casa pressionou o adversário e não deu sossego ao goleiro João Carlos.

Aos 9 minutos, Pepê levantou na cabeça de Diego Souza, que não perdoou. A dupla ainda faria mais estrago na defesa do Cuiabá na etapa inicial. Três minutos após o gol, em nova assistência de Pepê, o camisa nove finalizou para fora e desperdiçou. Neste ritmo, o mesmo Diego Souza mandou para as redes aos 20. O gol, no entanto, foi anulado, por impedimento de Matheus Henrique no início da jogada.

O roteiro se repetiu aos 24, desta vez com cabeçada certeira de David Braz. A bola entrou, mas novamente a arbitragem assinalou irregularidade, desta vez porque o zagueiro estava em posição de impedimento. Aos 39, os jogadores gremistas pediram pênalti por conta de suposto toque de mão de Hayner dentro da área. O árbitro ignorou o lance.

O domínio dos anfitriões se consolidou no placar aos 41, em nova parceria de sucesso entre Pepê e Diego Souza. O primeiro disparou pela esquerda, em rápido contra-ataque, e deu belo passe para o segundo, dentro da área, só bater para as redes.

Depois de abrir boa vantagem no placar, o time gaúcho desacelerou no início do segundo tempo e o Cuiabá, até então inoperante no ataque, começou a buscar a defesa rival. O jogo ganhou em equilíbrio, embora o Grêmio demonstrasse clara superioridade técnica.

Com o placar de 2 a 0, o time da casa tinha vantagem de três gols sobre o Cuiabá, em razão da vitória por 2 a 1 no jogo de ida. Em campo, o Grêmio era mais lento, arriscava menos e Renato Gaúcho resolveu poupar titulares. Entraram Ferreira, Thaciano, Isaque, Lucas Silva e Churín.

As mudanças desfiguraram o Grêmio, sem o mesmo entrosamento no meio-campo. Como consequência, Pepê e Diego Souza passaram a ficar isolados. O primeiro ainda tentava em jogadas individuais, sem sucesso. Mas não chegou a fazer falta porque o Cuiabá pouco ameaçava, o que facilitou a vida do time gaúcho para sacramentar sua vaga na semifinal.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 2 x 0 CUIABÁ

GRÊMIO - Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Diogo Barbosa; Matheus Henrique (Lucas Silva), Darlan (Ferreira) e Jean Pyerre (Thaciano); Everton (Isaque), Pepê e Diego Souza (Churín). Técnico: Renato Gaúcho.

CUIABÁ - João Carlos; Hayner (Diego Jardel), Edinei, Anderson Conceição e Romário; Nenê Bonilha (Auremir), Matheus Barbosa e Elvis; Yago (Lenon), Willians Santana (Perdigão) e Maxwell (Pierini). Técnico: Allan Aal.

GOLS - Diego Souza, aos 9 e aos 41 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO - Willians Santana.

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade