- Publicidade -
- Publicidade -
28 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Conferência vai abordar a acelerada ocupação dos 27 municípios da faixa litorânea de Santa Catarina

Pesquisadores, poder público, comunidade e iniciativa privada estarão reunidos para discutir alternativas para o desenvolvimento sustentável da região litorânea

Balneário Camboriú será sede da I Conferência Zona Costeira de Santa Catarina, entre os dias 26 e 28 de junho, que vai abordar diversos aspectos da ocupação da costa de Santa Catarina no presente e no futuro, formada por 27 municípios.

O evento promovido pela Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe), vai acontecer na Universidade do Vale do Itajaí (Univali), campus Balneário Camboriú.

Estarão presentes representantes dos poderes executivo e legislativo, nas esferas federal, estadual e municipal, da iniciativa privada e da sociedade civil organizada.  

- Publicidade -

Várias mesas-redondas e palestrantes estarão debatendo informações relacionadas às áreas ambiental, social, econômica, territorial e de governança da zona costeira de Santa Catarina, de Norte a Sul, visando ampliar a compreensão sobre a estrutura e funcionamento da região. 

O organizador da Conferência, professor Marcos Polette, afirma que a intenção é que seja estabelecido um sistema de indicadores capaz de fornecer dados atualizados sobre a região. A proposta é que estas informações sejam levantadas pelas universidades e instituições de pesquisa, que atuam na área costeira catarinense, recebendo também o apoio da sociedade e do setor produtivo.

“Nós já temos um grupo de 55 pesquisadores, de mais de 10 instituições de ensino, que atuam na região por meio de pesquisas nas áreas de meio ambiente, economia e social e queremos reunir órgãos e autoridades ligadas a estes setores. Cada mesa redonda terá a presença de representantes de governos, da academia, da sociedade e da iniciativa privada”, conta.

O professor da Univali ressalta a importância de estabelecer indicadores seguros, para que as administrações públicas possam tomar decisões mais assertivas. 

“A ideia é que todos possam entender a origem dos problemas, avaliar como eles interferem na economia e, deste modo, buscar soluções integradas”, afirmou.

A ideia é que o evento seja realizado a cada dois anos, de modo que a periodicidade permita avaliar os resultados obtidos e o grau de efetividade das ações adotadas nas escalas municipal e regional. 

Para o pesquisador, a situação precisa ser encarada de forma responsável e comprometida e a criação de parcerias institucionais, capazes de unir governos, universidades, iniciativa privada e a sociedade organizada, podem contribuir neste processo.

“Precisamos refletir, urgentemente, sobre a ocupação destes 27 municípios que, nos últimos anos, têm vivenciado um processo de urbanização acelerado. Essa região já concentra quase 25% da população do Estado, sendo que na temporada de verão, a densidade é ainda maior. No último verão lidamos com problemas graves de balneabilidade, que precisam ser resolvidos. Além disso, precisamos nos preparar para as alterações do clima, que podem tornar a região ainda mais suscetível aos riscos ambientais”, destaca Polette.

A presidente da Acafe, Luciane Bisognin Ceretta, afirmou que a entidade se dispõe a realizar esse tipo de debate que discute o futuro dos municípios e, consequentemente, o futuro de Santa Catarina, porque está e sempre esteve junto ao poder público para transformar o Estado num lugar cada vez melhor. “Mais uma vez, a Acafe se coloca como protagonista numa discussão importante para a sociedade e cumpre seu papel social”, afirmou.

Como participar

A I Conferência Zona Costeira de Santa Catarina será aberta à comunidade interessada. 

- Publicidade -

Detalhes sobre a programação e as inscrições serão publicados, em breve, no site da Univali: www.univali.br/eventos.

fonte: Assessoria Comunicação/Univali

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -