- Publicidade -
- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Jornada Internacional de Defesa dos Direitos da Criança vai movimentar Univali de Balneário Camboriú

Público tem acesso livre e inscrições estão abertas

A 1ª Jornada Internacional de Defesa dos Direitos da Criança vai acontecer na próxima quinta-feira (25), no campus da Univali Balneário Camboriú. Além de palestrantes convidados, a programação também inclui apresentação de cases e cartilhas desenvolvidas pelos cursos de Direito, Relações Internacionais e Psicologia da Univali. 

Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público em geral.

O professor Newton Cesar Pilau explica que a Jornada é resultado de diversas ações da comunidade Univali que, nos últimos anos, abordaram a temática de defesa e valorização da criança e do adolescente. 

- Publicidade -

O objetivo é compartilhar o conhecimento adquirido através dessas experiências e, deste modo, também inspirar a realização de novos estudos e práticas sociais.

“Além de dois eventos científicos significativos, o Conpedi e o Congressul, realizados há poucos meses na Univali, já temos livro e tese desenvolvidos por docentes da casa e projetos de extensão em funcionamento. Além de apresentar o resultado destas práticas à comunidade interessada, a Jornada também traz convidados para agregar novos conhecimentos sobre o assunto”, acrescenta o coordenador do curso de Direito na Univali, campus Balneário Camboriú.

Confira alguns cases  

Um dos destaques da programação é a apresentação do projeto de aprimoramento da Base Nacional Comum Curricular  (BNCC) implantado na rede pública municipal de Porto Belo. A ação, que teve a contribuição da Univali, é inédita no país e incluiu disciplinas de direito e psicologia na grade curricular dos estudantes matriculados entre o 6º e o 9º ano.

“Isso representa uma grande conquista, pois há muitos anos defendemos a importância de incluir conhecimentos sobre o tema no ensino das crianças e jovens. Esperamos que essa iniciativa possa inspirar a adesão de mais municípios no Estado e também no país”, afirma o docente.

O projeto Smart Cities: Cidades Restaurativas, recentemente implantado no município de Itapema, também será apresentado durante a Jornada. A iniciativa tem como objetivo proteger as famílias contribuindo através de ações na resolução de conflitos relacionados ao superendividamento e na promoção da justiça restaurativa, com atendimentos voltados à promoção da cultura de paz.

Na ocasião, também serão apresentadas a cartilha “Prevenção da Violência Doméstica contra a Criança e o Adolescente”, do professor Walter Amaro Baldi e a “Cartilha de Direitos: Terceiro Setor e Direitos da Pessoa com Deficiência”, de autoria da professora Flávia Cristina de Oliveira Santos.

- Publicidade -

A coordenadora do curso de Psicologia da Univali, campus Balneário Camboriú, Luciane Gobbo Brandão, coloca em evidência a importância de eventos que discutam os direitos e garantias das crianças, tanto no âmbito do direito, como no âmbito social e principalmente familiar. 

“Além de trazer questões sérias e de suma importância para a comunidade acadêmica pesquisadora, também como forma de orientação e uma análise mais intrínseca na busca da proteção às crianças”, acrescenta a professora.

Como participar

O evento, que contará com 10 palestras, acontece das 13h30 às 22h30. As atividades realizadas durante a tarde são ministradas de forma online. 

A partir das 19h, a programação ocorre presencialmente no campus Balneário Camboriú, no Bloco B2, sala 305.

Para ver a programação completa e realizar a inscrição na Jornada Internacional de Defesa dos Direitos da Criança, acesse univali.br/eventos.

fonte: Gerência de Marketing e Comunicação

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -