- Publicidade -
- Publicidade -
18.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Baleia e seu filhote foram avistadas na Praia Brava

Duas baleias-francas foram avistadas na Praia Brava de Itajaí, nesta segunda-feira (25). A princípio, trata-se de uma mãe e seu filhote. Há expectativa de que outros avistamentos aconteçam, a exemplo de 2021.

Baleias bem presentes em SC
O coordenador da Unidade de Estabilização de Animais Marinhos da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Jeferson Dick, explica que o vídeo que está circulando onde aparecem as baleias ‘não é muito esclarecedor’, mas conta que guarda-vidas foram até o local de jet-ski e, pelas características, acreditam ser duas francas.

- Publicidade -

“Já há mais relatos sobre a presença de baleias em nossa região, mas da franca talvez seja o primeiro avistamento da temporada, apesar de que já estão bem presentes em Santa Catarina desde o começo de junho”, comenta.

O que fazer se avistar uma baleia

Jeferson pontua que, para qualquer uma das espécies, seja baleia-franca ou jubarte (que foi muito presente em Balneário e região em 2021) a recomendação são as mesmas: respeitar, não perseguir, não navegar para cima do animal, não colocar o barco para cima incentivando que o animal vá para a praia e deixar o motor mais silencioso possível.

“E jamais as pessoas devem ir nadar com as baleias, porque o comportamento normal delas pode causar acidentes, já que são animais grandes. Pedimos que as pessoas evitem ao máximo incomodar os animais. As francas, por estarem amamentando de meia em meia hora, ficam mais paradas… e como a curiosidade do pessoal é vê-las, isso pode ser feito. E dá para ver da praia também. As francas ficam logo depois da arrebentação”, diz.

- Publicidade -

Avistamentos podem ocorrer até outubro

O coordenador destaca ainda que há expectativa de mais avistamentos até setembro ou outubro, das duas espécies já citadas.

“A jubarte esteve muito presente em 2021. Estamos tendo relatos de avistamentos, mas neste ano elas estão mais afastadas da costa. Quem pesca está relatando avistamentos. Porém, esses animais podem, sim, chegar mais perto da costa e serem vistos. Talvez não na intensidade do ano passado, mas pode acontecer”, acrescenta, citando que é interessante a presença das baleias e que precisa ser visto como algo normal.

- Publicidade -

“Pedimos que o público não se aproxime, não moleste e não persiga. Os pescadores que puderem retirar suas redes também ajuda muito, assim não perdem material e as baleias não se prendem”, completa.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -