- Publicidade -
- Publicidade -
22.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Balneário Camboriú elegerá os novos conselheiros tutelares no primeiro dia de outubro

Nesta reportagem, os 14 candidatos que disputam cinco vagas, apresentam sobre suas propostas

As eleições para o Conselho Tutelar acontecem a cada quatro anos – e o próximo pleito será dia 1º de outubro deste ano. A cidade conta com 14 candidatos, que disputam cinco vagas: dois membros da comunidade, um psicólogo, um assistente social e um bacharel em Direito. 

Apesar do voto ser facultativo, é recomendável que a população participe da eleição, já que o órgão tem importante participação na manutenção dos direitos das crianças e adolescentes.

Um dos organizadores do processo eleitoral é João Passos, que representa a Associação PAIS e é diretor da Secretaria de Inclusão Social de Balneário Camboriú. Ele salienta que é importante que o morador da cidade que se preocupa com a criança e o adolescente compareça para votar, lembrando que em Balneário terá quatro locais para votação – o Centro Educacional Municipal (CEM) Presidente Médici, no Bairro das Nações, o CEM Vereador Santa, no Centro, a Univali, no Bairro dos Municípios, e o CEM Nova Esperança, no Bairro Nova Esperança.

- Publicidade -

Nesta reportagem os candidatos apresentam suas propostas à comunidade.

Vaga para Psicólogo(a)

Anna Gazaniga – “Nasci e cresci em Balneário Camboriú, sou moradora do bairro Ariribá desde a infância. Me formei em psicologia na Uniavan, fiz meu TCC sobre Saúde Mental na Adolescência e a importância de ter um lugar seguro e de confiança para falar a respeito das vivências, emoções e sentimentos. 

Assuntos relacionados à saúde mental durante a infância e adolescência sempre foram questões que me despertaram bastante interesse, principalmente ao longo da graduação. Atualmente curso Pós Graduação em Psicologia Infantil; Psicologia e o Adolescente em conflito com a lei e Intervenção Psicológica na mediação e resolução de conflitos, pois estou buscando estar mais capacitada para a vaga que irei assumir. 

Como estudante de psicologia, pude ter maior compreensão sobre a importância de ter uma infância e adolescência saudáveis. São essas fases iniciais da vida que desempenham um papel crucial na formação da personalidade, na construção de relações interpessoais e na capacidade de lidar com os desafios. 

Além de que, as experiências vividas durante esse período possuem um impacto duradouro durante todo o desenvolvimento do sujeito. 

Toda criança e adolescente merece crescer em um ambiente seguro, amoroso e estimulante, onde tenha seus direitos fundamentais e necessidades atendidas, propiciando seu desenvolvimento de maneira integral, livre de quaisquer formas de violência. 

Acredito que meu conhecimento em Psicologia irá enriquecer as discussões e ações do Conselho Tutelar, garantindo que cada decisão seja embasada no melhor interesse dos nossos jovens. 

Cada criança e adolescente é um ser único, repleto de potencial e merece ser cuidado e orientado da melhor maneira possível. Com esta eleição, busco dedicar-me à promoção dos direitos e ao bem-estar das crianças e adolescentes em nossa cidade. 

Tenho a intenção de realizar um trabalho mais engajado com a comunidade e estabelecer uma maior proximidade com as instituições educacionais. Pretendo colaborar em conjunto com diretores, professores e orientadores da rede. Pois acredito que juntos, podemos construir um futuro onde nossas crianças cresçam com cuidado, amor e a certeza de que seus direitos são invioláveis”.


Vaga para Bacharel em Direito

Cristiane Amorim – “Sou formada pelo RenovaBr, Bacharel em Direito e Corretora de Imóveis. Sou assessora parlamentar há 5 anos na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, e através de diversas participações em Projetos Sociais voltados à criança e ao adolescente, bem como através de demandas do Gabinete que o meu interesse pela causa ficou ainda mais aflorado. 

Em 2019, para contribuir com a sociedade, criei um projeto social no bairro onde cresci, Bairro dos Municípios, voltado ao esporte, para crianças entre 6 e 12 anos de idade. E neste ano, coloquei meu nome à disposição, pois posso contribuir muito para o Conselho Tutelar de nosso município, atuando na garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes com compromisso, ética e dedicação. Aproximando o Conselho Tutelar da comunidade, desmistificando sua atuação. Trabalhando em parceria com os demais órgãos, buscando espaços públicos de qualidade e eficientes para que nossas crianças e adolescentes tenham onde praticar atividades recreativas. Fiscalizando as políticas públicas e atuando ativamente na prevenção de violação de direitos”.


Eliete Oliveira – “Sou pastora, candidata a vaga de bacharel em Direito no conselho tutelar de BC. Moro em Balneário desde 1998, aqui constituí minha família, tenho dois filhos lindos e abençoados, tenho casa própria, carro, sou formada em magistério, graduada em Direito, também tenho especializações, trabalho com criança desde 1993, em várias áreas, sempre no voluntário, principalmente nas igrejas, sou conservadora defendo os princípios de Deus, os valores da família. 

Nesta gestão já, assumi no Conselho Tutelar, pois fiz as férias de duas conselheiras e pude acompanhar de perto a demanda e a necessidade de desenvolver um ótimo trabalho, por isso pleiteio a vaga de conselheira para desenvolver um excelente trabalho, pois como suplente não pude dar continuidade às ações por mim tomadas. 

Lembrando que para concorrer a vaga de conselheira tutelar passei pela prova objetiva obtendo a melhor nota na vaga de bacharel em direito, depois fiz a prova psicológica, depois a investigação social e agora estamos no período de campanha eleitoral. Por isso, no dia 1° de outubro peço o seu voto e de todos, votando 202 pastora Eliete Oliveira para a vaga de bacharel em direito no conselho tutelar de BC”.


Inah Oliveira – “Sou mãe e avó de uma família linda. Nascida aos 23/03/1983 na cidade de Rio dos Cedros/SC, vim para Balneário Camboriú em 1986, estudei na escola Ghislandi na Rua Dom Francisco na Vila Real, em 1989 nos mudamos para o Bairro Nova Esperança, onde havia apenas três ruas, estudei no Colégio Ruizélio, onde completei o ensino fundamental, como melhor aluna! Meu pai ainda mora no mesmo lugar, onde vivi minha infância. 

Já em 1992 me mudei para Blumenau, onde vivi por 24 anos, trabalhei, casei, tive três filhos, que criei sozinha com muita luta e fui muito ajudada pelo Conselho Tutelar da cidade. Então, nasceu a vontade de lutar por justiça e pelos direitos das crianças e adolescentes! Sou formada em Direito pela Univali/BC e acadêmica da Udesc/BC de Administração Pública. 

Voltei a morar em Balneário Camboriú em 2016, para cuidar de meus pais, que na época estavam muito doentes. Por entender que somente o conhecimento e a educação podem transformar o mundo é que dispus a concorrer a este cargo! Por ser mãe, sozinha, mulher e avó, sei das dificuldades que nós mulheres enfrentamos para criar nossos filhos, sem ajuda, sem conselho e sem atenção, mas juntas podemos mudar essa realidade. Sou candidata a conselheira tutelar, na vaga de bacharel em Direito (advogada) e venho pedir seu apoio e seu voto. No dia 01/10/2023 vote 203!”.


Jéssica Farkas – “Tenho 30 anos, sou formada na Univali (Universidade do Vale do Itajaí), como Bacharel de Direito, advogada, assessora parlamentar na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú. Meu compromisso estará voltado para a proteção e bem-estar das crianças em nossa comunidade, com propostas sólidas para fortalecer o Conselho Tutelar e suas ações em prol das nossas crianças. 

Propostas: 1. Fortalecimento da Rede de Proteção: Trabalharei para fortalecer a colaboração entre o Conselho Tutelar, escolas, serviços de saúde, polícia e outras instituições para garantir uma rede de proteção sólida para as crianças. 2. Prevenção do Abuso Infantil: Implementarei programas educacionais e de conscientização nas escolas e comunidade para prevenir o abuso infantil e promover ambientes seguros. 3. Acesso Universal aos Serviços: Garantirei que todas as crianças tenham acesso igualitário aos serviços essenciais, independentemente de sua origem socioeconômica, incluindo cuidados de saúde, educação e assistência social. 4. Apoio às Famílias: Oferecer suporte às famílias em situações de vulnerabilidade, promovendo a capacitação parental e fornecendo recursos para melhorar as condições de vida. 5. Atendimento Ágil e Sensível: Trabalharei para que o Conselho Tutelar responda prontamente às denúncias e necessidades das crianças, com sensibilidade e empatia. 6. Participação da Comunidade: Envolver a comunidade local em ações e decisões relacionadas ao bem-estar das crianças, promovendo a participação ativa dos cidadãos. 7. Transparência e Prestação de Contas: Garantirei a transparência nas atividades do Conselho Tutelar e prestarei contas regularmente à comunidade sobre nosso trabalho. 8. Capacitação Contínua: Buscarei treinamento e capacitação contínuos para os membros do Conselho Tutelar, para garantir que estejamos atualizados com as melhores práticas. 

Essas propostas visam aprimorar a proteção e promoção dos direitos das crianças em nossa comunidade, assegurando um ambiente seguro e saudável para o crescimento e desenvolvimento delas”.


Miriam Ramoniga – “Sou mãe, advogada, professora, escritora e contadora de Histórias. Pleiteio a vaga de bacharel em Direito no Conselho Tutelar de Balneário Camboriú, pelo número 205. 

Advogada desde 1999, atuei por 8 anos na área de direito das famílias, sou professora desde 2010, atuo como voluntária em diversos projetos sociais, a hora do conto, clube do pequeno leitor, grupo Vos, coordenei o projeto do Conseg Mirim, aproximando a comunidade escolar e os profissionais da Segurança Pública. Sou mestre em Direito, pela Univali, pós graduada em literatura e história infantil, pela Fatum. 

Também fui Conselheira Tutelar em 2009. Diante das muitas situações de maus tratos, abusos e violências contra crianças e adolescentes, vejo a necessidade de defender e proteger seus direitos com comprometimento e responsabilidade. 

Minha proposta de atuação como Conselheira é realizar o trabalho de forma integrada, atender, defender e proteger as crianças e adolescentes e as famílias. Estar como conselheira que orienta, aconselha e acompanha as diversas situações que sejam pertinentes a atuação, para isso aliada da infância no combate às violações e à violência doméstica. 

Além de ser atuante, desenvolver trabalho de prevenção, principalmente, no âmbito escolar, alinhando os procedimentos com a cultura da paz, para garantia dos Direitos da Criança, do Adolescente, da juventude e das famílias. Peço seu apoio e voto. Lembrando que a eleição é um ato de cidadania e você tem o poder de escolher um novo conselho tutelar, no dia 1 de outubro 8h às 17h, leve seu Título de Eleitor e documento com foto. Conselheira Tutelar vote 205 Miriam Ramoniga”.


Vaga de Assistente social

Karin Schwengber – “Sou Assistente Social, com experiência de trabalho na Vara da Família e atualmente Conselheira Tutelar de Balneário Camboriú. Sendo eleita por dois mandatos consecutivos, completando 8 anos de experiência dentro do conselho tutelar. 

Tenho como propostas atuar com prioridade na primeira infância: 0 a 6 anos; combater a evasão escolar; combater com firmeza a pedofilia infantil, agilizar a adoção quando as crianças não tiveram famílias que as acolham, dentre outras e continuar desenvolvendo o trabalho com as famílias com respeito, cuidado e prioridade”.


Luciana Ferrari – “Sou moradora de Balneário Camboriú há 20 anos, formada em Serviço Social e curso Administração Pública, trabalhei como estagiária no Programa Abraço ao Servidor e na Contabilidade do Fundo Municipal de Saúde. Sou voluntária atuante na Rede Feminina de Combate ao Câncer de Balneário Camboriú. Trabalhei também na Fiscalização de Posturas e no Combate à Dengue. Como mãe e avó, percebo a importância de um Conselho Tutelar ativo e responsável nessa cidade que cresce e recebe mais moradores a cada dia. 

Pretendo junto com os demais conselheiros poder desenvolver um trabalho com dedicação e responsabilidade junto às nossas crianças e adolescentes”.


Vaga membro da comunidade

Maurício Rafael – “Sou candidato à reeleição do Conselho Tutelar de Balneário Camboriú na vaga de Membro da Comunidade. Casado há 15 anos e pai de um menino de 10 anos, fui capelão em clínica de recuperação de crianças e adolescentes dependentes ou co-dependentes, fui pastor de adolescentes por sete anos em minha igreja, fui palestrante voluntário nas escolas do município ensinando sobre princípios e valores e prevenção ao suicídio. 

Atualmente sou Conselheiro Tutelar – neste período fiz diversos cursos e formações, inclusive viajando para outros estados para me capacitar cada vez mais. Fui presidente do Conselho Tutelar em 2021, atuei na aproximação com CT com a secretária de educação e comunidade escolar, fiz diversas palestras sobre o Conselho Tutelar para a comunidade escolar, lutei pela implementação e uso do SIPIA, sistema operacional do Conselho Tutelar, que hoje já é realidade. Sou membro do comitê de implementação da lei Henry Borel (escuta especializada) no município, sendo que hoje a lei da escuta especializada já é real em nossa cidade. Fui eleito delegado municipal para a Conferência Estadual dos Direitos das Crianças e Adolescentes e também para a Nacional, que acontecerá em novembro deste ano. 

Me comprometo a me manter atualizado com as leis referente aos direitos da criança e dos adolescentes para fazer o melhor atendimento e defesa possível dos casos, a trabalhar em colegiado e em rede para melhor atender a cada caso e para buscar soluções de prevenção em toda a sociedade, a auxiliar o poder público a elaborar políticas públicas que possam atender as crianças e adolescentes, a continuar a atender cada caso com humanidade e amor, pois sei que cada pessoa ali merece todo o respeito”.


Nádia Roberta Correia – “Sou natural deste município, 48 anos, cristã, casada, mãe de dois filhos adolescentes, João Vitor (17) e Liandra Beatriz (12). Sou bacharel em Serviço Social, pós graduada em Violência Doméstica e complementação pedagógica em Pedagogia. Minha formação acadêmica me permitiu compreender a importância de conhecer o ECA- Estatuto da Criança e do Adolescente, e desta forma me preparar para atuar na defesa e proteção. 

Vivi uma infância muito feliz, entretanto, meu estágio no Tribunal de Justiça- Vara da Infância e Juventude me apresentou a realidade cruel que muitas crianças e adolescentes enfrentam, e isto me impulsionou a lutar para que os direitos deles não sejam violados. 

Já formada, atuei no Centro de Solidariedade FACDD, entidade que atende famílias com doenças degenerativas. Atualmente faço parte do Conselho de pais do CEM Dona Lili e estou secretária da Associação de Moradores do Bairro da Barra. 

Decidi estar como candidata ao Conselho Tutelar do nosso Município, pois me sinto preparada para tão importante função, e tenho como principais propostas; Atuar na prevenção de violação de direitos; Fiscalizar órgãos de atendimento a crianças e adolescentes; Combater a desinformação sobre a atuação do Conselho Tutelar; Promover ações articuladas entre: saúde, assistência Social, educação, segurança pública e os pais, para coibir evasão escolar, drogadição, ansiedade, depressão e etc. Buscar a implementação de mais um Conselho Tutelar devido à grande demanda reprimida. Peço o seu voto, para juntos sermos defesa e proteção de nossas crianças e adolescentes. NÁDIA CORREIA No 303”.


Vavá da Comunidade – “Sou um morador orgulhoso de Balneário Camboriú há incríveis 43 anos (minha vida toda). Minha história está profundamente entrelaçada com Balneário Camboriú. Minha infância foi no Parque da Santur, onde meu pai, Chico, era conhecido por sua bondade e alegria, sempre disposto a ajudar a comunidade. É seguindo o exemplo de dignidade do meu pai e a resiliência da minha mãe Isa, que entro com determinação nesta eleição para oferecer o melhor de mim. 

Sou formando em Administração Pública pela UDESC, Licenciatura em História pela UNIASSELVI, Presidente do Conselho Comunitário de Segurança e Cidadania da Região Sul CONSEG-SUL, atuante nas Associações de Moradores, já realizei muitos projetos e ações para as crianças e adolescentes, tendo uma vida dedicada às causas sociais. 

No serviço público já atuei na Fazenda, na Subprefeitura e na Inclusão Social de Balneário Camboriú, onde sempre busquei estreitar os laços da comunidade com a Administração Pública. Minha meta sempre foi “derrubar muros e criar pontes”.

Fui suplente do Conselho Tutelar por duas vezes, e agora me considero preparado para assumir essa importante missão de proteger os direitos das crianças e adolescentes! Atuarei agindo com prevenção e fortalecimento das famílias. No dia 1 de outubro, temos a chance de fazer a diferença! Vamos unir nossas vozes e nossos votos para construir um futuro mais seguro e promissor para nossas crianças e adolescentes. Eu sou o Vavá da Comunidade (306), e estou comprometido em representar vocês como Membro da Comunidade no Conselho Tutelar. Juntos, protegeremos o futuro de Balneário Camboriú!”.


Paulo Edson Cavalcante de Oliveira – “Nasci em Dourados/MS, em 7 de maio de 1968, na Colônia Federal, Projeto de Getúlio Vargas. Família de 12 irmãos, filhos da Dona Francisca e o Seu José (Dedé). Família de agricultores de erva mate. Bacharel pela Faculdade Teológica Batista Ana Wollerman em 25 de junho de 2015. Assumi a Casa do Pequeno Trabalhador, efetivo como agente social, militei como comissário de menor na cidade de Dourados e de lá para cá, sempre envolvido com as políticas públicas relacionadas à criança e ao adolescente. 

Pastor ordenado aos 24 anos e sempre com uma preocupação com a Plenitude do Evangelho de Cristo. Experiências com o Avivamento na América do Sul, principalmente na Argentina, me levou a refletir sobre o papel da política na vida do cristão. Comecei a desenvolver meu propósito como ser político, conselheiro Tutelar eleito em 2020 com 932 votos e hoje olho para o meu próximo passo, ser reeleito Conselheiro Tutelar. Sou membro de vários Conselhos Comunitários e com a visão de que o tempo serve ao propósito, e ninguém consegue dominar o tempo, mas temos a capacidade de adestrar o propósito em servir com uma vida apaixonada e focada em fazer a diferença na sociedade em que está inserido. Brasileiro, casado e crendo que a família é um projeto de Deus e o nosso principal laboratório para a vida, eu amo viver em família. Sou casado, completo agora em dezembro deste ano 32 anos de casamento com a Ana Carolina, que me deu três filhos, o Pedro Paulo, Luis Paulo e a Gabriela. 

Me considero um homem quase realizado, ainda espero ver os meus netos. Estou há 15 anos em Balneário Camboriú. Falar de mim mesmo, e falar de experiências são muitas histórias; atualmente estou como presidente do Conselho Tutelar em Balneário Camboriú. Amo caminhar na praia, mas paro para uma boa conversa e uma xícara de café. Vem comigo escrever neste novo capítulo das minhas histórias”.


Ricardo de Oliveira Garozzi (Dinho) – “Tenho 30 anos de idade e sou marido da Ana Laura. Formado em jornalismo, atuei no governo de Fabrício Oliveira desde 2017, passando pelas pastas de Comunicação, Segurança e Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, o que me permitiu conhecer a realidade de cada área dessas pastas importantes e as necessidades daqueles que as utilizam. 

Trabalhando de maneira voluntária na área das crianças e dos adolescentes, entendi que há muito a ser feito na proteção e preservação dos direitos desses seres que tanto precisam de nós. Propomos um trabalho com amor e um olhar que vai além do trabalho burocrático e administrativo do Conselho. Buscar, por meio de campanhas de conscientização, ser um parceiro na articulação entre os cidadãos e o poder público para resultados efetivos na vida dos pequenos. 

É urgente também falarmos sobre a importância de participar da eleição do Conselho Tutelar. Participar desse ato de cidadania, no dia 1º de outubro, não compete somente àqueles que se julgam usuários do Conselho, mas também cabe àqueles que não necessitam desse tipo de serviço, por não terem filhos ou até por terem filhos com uma situação financeira confortável. Pois uma criança com seus direitos preservados é um dependente químico a menos no mundo, um adolescente protegido é um jovem a menos correndo o risco de ter depressão. 

Cuidar hoje é garantir o futuro, as futuras gerações, de homens e mulheres saudáveis, para defenderem aquilo que está por vir. Para membro da comunidade, vote 305, Dinho de Oliveira”.


Lico Passos – “Sou o Lico Passos, casado, pai da Catharina e do João Pedro. Sou comunicador na Transamérica de Balneário Camboriú e trabalho também no Hospital Ruth Cardoso. 

Acredito que a vida é feita de desafios e ser um conselheiro tutelar, com certeza, será um deles. Precisamos proteger e atender as crianças e adolescentes quando seus direitos são ameaçados ou desrespeitados. Sou filho da delegada Magalí, responsável por trazer a primeira delegacia da Mulher, Criança e Adolescente para Balneário Camboriú. 

Meu primeiro objetivo é respeitar e seguir o ECA, assegurando assim todos os direitos às crianças e adolescentes. Fazer do conselho um órgão atuante e preparado para atender às suas demandas. Conto com seu apoio!! Conheça mais no @Licopassos”.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -