- Publicidade -
18.2 C
Balneário Camboriú

Balneário Camboriú não tem crise hídrica, mas Emasa prepara campanha de prevenção e pede economia

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Apesar do rio Camboriú manter níveis estáveis ao longo dos últimos meses, o diretor geral da Emasa, Douglas Costa Beber disse que está preocupado com o cenário da crise hídrica em vários estados brasileiros. 

“O país vive um momento muito difícil com relação à crise hídrica, vários estados já estão ou estão se avizinhando com problemas, inclusive abastecimento elétrico, porque os rios estão chegando no seu limite mínimo possível que as bombas conseguem trabalhar”, destacou.

Ele segue dizendo que Balneário Camboriú tem um cenário atípico, porque tem um volume significativo de água no rio, nível acima do normal, mas lembrou que sem chuva, esta situação não tem como se manter. 

“Tivemos um teste no feriadão com relação ao sistema de captação e abastecimento, porque o volume de consumo que registramos se comparou com janeiro e fevereiro, e ocorreu tudo bem”, afirmou.

- Publicidade -

Mesmo com a situação sob controle no momento, Douglas anunciou que prepara uma campanha de conscientização sobre a necessidade de economizar.

“Não podemos ir na contramão do país, todo o país está falando em estiagem, crise hídrica e mesmo em situação favorável como estamos hoje, precisamos pensar no amanhã”, acrescentou. 

Artigo de luxo

Douglas disse que a Emasa antecipou a locação das áreas de rizicultura, para garantir um volume significativo de reservação por conta do acordo com os rizicultores, Epagri, Sindicato dos Rizicultores para enfrentar o verão como ocorreu nos anos anteriores.

- Publicidade -

“Isso nos dá uma garantia de abastecimento. Além disso vamos preparar uma campanha de conscientização, orientando a população para que economize água, que hoje é um artigo de luxo, embora a gente viva num país com volume significativo de água potável, ou seja, que não é água do mar, mas de qualquer forma hoje o país passa por um momento muito delicado”, salientou, dizendo que paralelamente a empresa segue fazendo seu ‘dever de casa’, que é preparação do sistema de captação, tratamento e abastecimento de água.

Dicas preventivas

*Ao lavar as mãos, controle a abertura das torneiras para evitar desperdício;

*Não lave garagens, calçadas e carros neste período. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água;

*Não tome banhos demorados, cinco minutos são suficientes. Uma ducha durante 15 minutos consome 135 litros de água;

*Feche a torneira quando estiver escovando os dentes ou fazendo a barba. Uma torneira aberta por cinco minutos desperdiça 80 litros de água;

*Antes de lavar a louça, limpe os restos de comida com uma esponja e jogue no lixo. Deixar um pouco de molho antes de lavar, também é uma boa opção;

*Ligue a máquina de lavar roupas apenas quando estiver cheia e reaproveite a água da lavadora para higienizar a área externa da casa

*Por fim, não deixe torneiras pingando e confira vazamentos em canos. Um gotejamento simples, pode gastar cerca de 45 litros de água por dia.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -