- Publicidade -
- Publicidade -
26.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Candidatos ao Conselho Tutelar de Balneário Camboriú fazem prova eliminatória neste domingo, 4, na Univali

Os 33 inscritos para concorrer a uma vaga do Conselho Tutelar, que terá eleições em outubro, farão uma Prova Objetiva, neste domingo (4), às 9h, na Univali, campus Balneário Camboriú.

Os candidatos devem levar documento de identificação e chegar ao local da prova com antecedência mínima de 60 minutos.

Conselheiros do CMDCA durante reunião preparatória na sede do Conselho (Divulgação/CMDCA)

A Prova Objetiva é a segunda fase do processo eleitoral e é eliminatória. A terceira fase é uma Avaliação Psicológica e a  uma Investigação Social, ambas eliminatórias também.

- Publicidade -

A quinta e última fase do processo é a eleição, que vai acontecer no primeiro dia de outubro, quando cinco conselheiros serão eleitos para um mandato de quatro anos (2024 a 2027).

A Avaliação Psicológica será aplicada pela Univali, através do curso de Psicologia, baseado nas orientações do Conselho Federal de Psicologia. 

A Investigação Social é o estudo de documentos que caberá às forças de segurança que irão verificar se tem algum problema que desabone a conduta dos candidatos.

Número baixo de inscritos

O processo eleitoral é realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). O presidente do Conselho, João Carlos Alves dos Passos, disse que a expectativa era de um número maior de inscritos.

“Não foi o esperado, mas não é um fenômeno em Balneário Camboriú, aconteceu também em Blumenau, Florianópolis, Itapema. No caso de Balneário Camboriú talvez o número de pessoas que na última eleição não passaram na prova, possa ter influenciado, mas não posso afirmar, teríamos que fazer um estudo maior para saber como foi no resto das cidades também”, disse Passos.

A eleição

O processo eleitoral é fiscalizado pelo Conselho de Direitos, formado por 16 conselheiros titulares e mais 16 conselheiros suplentes. 

“No dia 1 de outubro, teremos quatro pontos de votação, cada um com 10 urnas em média. Em cada ponto de votação são 40 pessoas trabalhando e mais as forças de segurança que serão convocadas..Então nesses quatro pontos de votação serão 160 pessoas trabalhando no dia da eleição”, informou o presidente do CMDCA.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -