- Publicidade -
- Publicidade -
25 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Conheça novas formas de melhorar seu pensamento crítico através de jogos de cassino e tabuleiros

Xadrez é uma das melhores formas de aprimorar o pensamento crítico

O pensamento crítico e estratégico sempre foi um dos traços mais valorizados em qualquer indivíduo e sua importância pode ser vista na educação, na indústria e até mesmo na simples tomada de decisões corretas na rotina diárias.

Felizmente hoje em dia existe uma ampla gama de jogos de cassino e tabuleiros que se concentram em desenvolver a memória, bem como a capacidade de compreender conexões, padrões e conceitos em objetos, o que permite melhorar de forma significativa a capacidade de raciocínio e o pensamento crítico.

- Publicidade -

Jogos em que pode existir apenas um vencedor permitem melhorar o pensamento estratégico

Um dos jogos mais antigos do mundo, o xadrez é um clássico de estratégia que envolve dois oponentes disputando para ver quem será o grande vencedor. Para jogar xadrez é necessário muito raciocínio estratégico e eficiente, de forma que essa modalidade é uma das melhores formas de manter o cérebro em forma.

O fato de ser um dos jogos de tabuleiro mais antigos do mundo também tornou o xadrez um dos mais estudados e pesquisadores de diversos cantos do mundo já revelaram diversos benefícios cerebrais nos enxadristas.

Segundo diversas pesquisas a necessidade pensar em padrões durante as partidas de xadrez ajuda a raciocinar de forma mais rápida e inteligente, aumenta as habilidades de resolução de problemas e melhora a concentração e a criatividade.

Se isso não fosse o suficiente, enxadristas usam os dois lados do cérebro com mais frequência para auxiliar na resolução de problemas, contam com uma capacidade maior de memória e recebem diversos outros benefícios.

Vale mencionar que, assim como ocorre com novos lançamentos de filmes como Mulher- Maravilha 1984, hoje em dia é possível jogar através de plataformas digitais online, o que torna aderir a prática do xadrez ainda mais simples do que antigamente.

Jogos cooperativos desenvolvem diversas partes importantes do cérebro. (Pexels)

Jogos de cassino também oferecem benefícios fantásticos para o cérebro devido necessidade constante de aritmética básica e cálculo de probabilidade necessários para vencer, que exercitam a mente de forma positiva e promovem um feedback imediato em relação a decisão ter sido correta ou não.

- Publicidade -

Diversos estudos demonstraram que é muito mais fácil reter memórias se mais de um sentido é estimulado ao mesmo tempo e jogos de cassino proporcionam uma ótima oportunidade nesse sentido, que vão das cartas e feltros da mesa até a necessidade de verbalizar comandos para o dealer.

Além disso, jogos como o blackjack em que todos disputam contra a casa trazem uma sensação de camaradagem intrínseca entre todos os jogadores, já que todos eles contam com um objetivo comum e não estão em competição.

Os mesmos benefícios podem ser encontrados em jogos de tabuleiro menos conhecidos como Forbidden Desert (FD), no qual os jogadores precisam trabalhar em conjunto para vencer o próprio jogo.

No caso de FD, os jogadores precisam descobrir uma máquina voadora lendária no meio do deserto e cada um deles conta com uma habilidade única para ajudar a equipe nessa tarefa importante.

Vencedor do prestigiado prêmio Mensa Select, esse jogo proporciona uma ótima experiência cooperativa em que todos devem se unir para completar um objetivo comum e faz com que os jogadores desenvolvam boas doses de raciocínio estratégico para conseguir coordenar seus esforços da melhor maneira possível e vencer.

Jogos com mecânicas diferentes também desenvolvem habilidades inesperadas

Muitos jogos dependem apenas de cálculos matemáticos e planejamento eficiente para vencer, mas existem exemplos que seguem rumos diferentes e recompensam os jogadores por criatividade e um raciocínio crítico que fuja do lugar comum.

Existem muitos que poderiam ser mencionados, mas o principal é o clássico moderno Dixit. O jogo francês foi o vencedor do renomado prêmio Spiel des Jahres em 2010 e conquistou multidões de fãs através de suas mecânicas únicas que o tornam perfeito para que os jogadores desenvolvam habilidades fora do comum.

A cada rodada do Dixit um jogador se torna o contador de histórias e precisa atrelar uma pista, que pode ser uma frase ou uma única palavra, a uma carta que será colocada na mesa virada para baixo.

Após isso, os outros jogadores precisam colocar uma de suas próprias cartas que acreditam que esteja mais relacionada a pista revelada e depois de um bom embaralhamento, as cartas são reveladas e todos tentam descobrir qual carta era do contador de histórias da vez.

Para maximizar os seus pontos, o contador de história precisa fazer com que o maior número possível de jogadores acerte a sua carta, mas se todos os jogadores a acertarem, ele não pontua. Ao mesmo tempo, os outros jogadores querem induzir seus colegas a votarem em suas próprias cartas para ganhar pontos.

Esse delicado balanço de dizer uma pista que seja boa o suficiente sem revelar tudo de forma simples força o cérebro a pensar de forma pouco convencionar e o jogo se torna uma das melhores formas de desenvolver um raciocínio crítico e fora do comum.

O melhor de tudo é que como a criatividade de cada indivíduo é única, cada grupo de amigos e familiares pode proporcionar experiências totalmente diferentes, o que faz desse um jogo com um fator replay enorme.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -