- Publicidade -
- Publicidade -
20.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Duas organizações privadas têm interesse em gerenciar o Centro Dia para idosos de Balneário Camboriú 

A implantação do Programa Centro Dia Para Pessoas Idosas de Balneário Camboriú, um serviço de atendimento especializado para maiores de 60 em situação de violência e/ou risco, aprovado em dezembro do ano passado pela Câmara Municipal, poderá entrar em funcionamento no segundo semestre deste ano.

Ainda não tem data de abertura do programa, que depende do resultado do Edital de Concurso de Projetos em vias de ser lançado, para então definir o local de funcionamento do Centro. 

Em abril deste ano, a prefeitura publicou edital para seleção de organizações privadas sem fins lucrativos para gerenciar o Centro Dia. Cinco instituições se inscreveram e duas se qualificaram e estão sob análise: Associação da Redeh de Beneficência Cristã e o Instituto Maria Schmitt de Desenvolvimento.

- Publicidade -

O Centro Dia será mais um serviço da Secretaria da Pessoa Idosa (SPI), ofertado gratuitamente para idosos em situação de violência e/ou risco, sem comprometimento cognitivo acentuado e que enfrentam situações de isolamento, confinamento, abandono, atitudes discriminatórias/ preconceituosas no seio da família, falta de cuidados adequados por parte do cuidador ou alto grau de estresse do cuidador. 

É um serviço que funciona até 12h diárias e conta com equipe especializada para realizar os cuidados da população idosa. 

Rolf Felipe Santos Domingos, Diretor Geral da Secretaria da Pessoa Idosa (SPI) explicou que o objetivo principal é prestar um serviço que pode reduzir o acolhimento institucional de pessoas idosas em Instituição de Longa Permanência (ILPIs).

“A princípio serão contemplados 30 idosos por dia, que ficarão no Centro Dia das 7h30 às 19h30. Eles serão encaminhados pelos serviços da rede Municipal de atendimento à Pessoa Idosa.

Rolf segue dizendo que o Centro Dia também será um meio  para garantir a convivência familiar e comunitária das pessoas idosas, além de oferecer mecanismos que reduzam a sobrecarga no cuidado familiar de pessoas idosas.

“Vai funcionar como uma creche para pessoas idosas, onde passarão o dia, terão toda a estrutura de cuidados técnicos e diversas atividades com o intuito de dar mais qualidade de vida não só para os idosos, como também para as famílias, que muitas vezes precisam trabalhar, e não possuem condições financeiras e técnicas de dar o melhor cuidado para a pessoa idosa”, afirmou Rolf.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -