- Publicidade -
- Publicidade -
22.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Festa Cultural ‘Raízes de Taquaras’ será em junho com mais espaço e novas atrações  

Edital para empresas que quiserem apoiar o evento com prestação de serviços está aberto

A quarta edição da festa cultural ‘Raízes de Taquaras’ deste ano vem com várias novidades: terá quatro dias porque começa no feriado de Corpus Christi (8) e termina no domingo (11) em uma área coberta quatro vezes maior que a do ano passado: serão dois pavilhões, na Interpraias e na rua Figueira, que abrigarão 30 barracas de gastronomia e artesanato.

A gastronomia é um dos pontos ‘altos’ da festa, vai desde lanches até risotos e petiscos de frutos do mar, caldo de peixe, pirão com linguiça, entrevero e os pasteis do NEI Taquaras.

(Foto Lilian Martins)

Cristina Machado Bitencourt, diretora de Interação Cultural da Fundação Cultural, disse que a Raízes de Taquaras abre o período de festas de inverno. As outras três são a Festa da Tainha, Festa do Pescador e o Arrancadão de Canoas.

- Publicidade -

“A Fundação estará aguardando mais de 15 mil pessoas nos quatro dias desta festa tradicional em Taquaras. A abertura está marcada para o feriado de Corpus Christi às 19h”, disse Cristina.

Marcelo Peixoto, da diretoria da Associação de Moradores de Taquaras e um dos organizadores da festa, disse que os preparativos estão intensos, mas que precisam de apoiadores da iniciativa privada.

“É que a associação tem vários custos além daqueles em que a Fundação já ajuda. Temos toda a parte dos serviços de limpeza, segurança, vigilância, decoração, mesas de madeira, taxas, e outras”, disse Marcelo.

Edital de apoio

A Fundação Cultural publicou um edital de apoio para as quatro festas, que segue aberto. 

Cristina explicou que através do edital qualquer empresa ou pessoa física que quiser apoiar uma das festas ou todas, será muito benvindo. 

“O apoiador não repassa recursos, repassa serviços, como

- Publicidade -

contratação de mesas, cadeiras, segurança, limpeza etc. Em troca desse serviço ele terá sua marca divulgada. Apesar do investimento financeiro da Fundação, a própria associação investe, eles tiram dinheiro do próprio bolso para a festa para motivar e mobilizar a comunidade a estar participando da festa que é bem tradicional no bairro”, disse Cristina.

Reprodução
- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -