- Publicidade -
- Publicidade -
14 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Governo do RS organiza doações via PIX para afetados no temporal

Em meio às fortes chuvas no Rio Grande do Sul, mais de 70 mil pessoas foram afetadas, sendo que cerca de 15 mil tiveram de deixar suas casas. A Defesa Civil do estado afirmou que a prioridade é o resgate de pessoas, porém há necessidade de itens específicos, como colchões, roupas de cama e banho e cobertores.

Os materiais devem ser entregues no Centro Logístico da Defesa Civil Estadual. Doadores podem encaminhar os itens para o endereço na avenida Joaquim Porto Villanova, 201, na cidade de Porto Alegre –o telefone para contato é (51) 3210-4255.

O governo gaúcho também reativou o canal de doações para a conta SOS Rio Grande do Sul –doações são realizadas via número do CNPJ, que é 92.958.800/0001-38. Em nota, a gestão estadual explica que o valor doado será integralmente revertido para o apoio humanitário às vítimas das enchentes e para a reconstrução da infraestrutura das cidades.

- Publicidade -

Em meio ao estado de calamidade, foi intensificada a mobilização para a doação de sangue no Hemocentro da capital gaúcha em decorrência do risco de desabastecimento principalmente de plaquetas e de hemácias nos próximos dias. Por isso, o hemocentro que já funciona das 8 às 16 horas, de segunda a sexta-feira, estará aberto neste sábado (4), entre 8h e 12h para atender até 140 doadores.

A gestão estadual afirma que a urgência é de sangue de todos os tipos. Porém, orienta que doadores que vivem em Porto Alegre e região metropolitana se desloquem até o hemocentro de forma segura e tenham cuidado com o risco de deslizamento e alagamento nas vias públicas.

O hemocentro fica na avenida Bento Gonçalves, 3.722, em Porto Alegre, e o agendamento pode ser feito por telefone (51) 3339-7330 ou por mensagem de WhatsApp (51) 98405-4260.

Além da doação de sangue, a Secretaria de Saúde também está cadastrando profissionais de saúde para compor um banco de voluntários. Eles podem ser convidados a auxiliar os municípios gaúchos afetados pelas chuvas intensas e pelas enchentes.

De acordo com a pasta, a colaboração de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, entre outros, deverá ocorrer em hospitais, unidades de pronto atendimento e nos demais serviços de saúde. O cadastro deve ser realizado por meio de um formulário disponibilizado no site da secretaria.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -