- Publicidade -
- Publicidade -
18.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Irani conquista prêmio Melhores e Maiores da EXAME

A Irani Papel e Embalagem S.A., uma das principais indústrias de papel e embalagens sustentáveis do Brasil – que tem sua primeira unidade fabril em Vargem Bonita, Meio Oeste de Santa Catarina, fundada em 1941 – foi reconhecida nesta segunda-feira (12), como a melhor empresa do ano na categoria papel e celulose, no prêmio Melhores e Maiores, realizado pela Revista EXAME.

Considerada uma das premiações mais tradicionais e prestigiadas de economia e negócios do país, o Melhores e Maiores da Revista EXAME está na 49ª edição. O reconhecimento é dado as empresas de capital aberto que apresentaram maior crescimento em indicadores financeiros e nas práticas sociais, ambientais e de governança no ano de 2021.

Esta foi a primeira vez que a Irani foi agraciada com o prêmio – na última edição, a companhia ficou em segundo lugar em sua categoria. Portanto, a conquista reforça a evolução e o amadurecimento da empresa dentro do setor de papel e embalagens sustentáveis, como explica Sérgio Ribas, diretor-presidente da Irani: “Este prêmio é muito importante para nós. É a consequência do trabalho e da dedicação de toda a diretoria e de todos os nossos colaboradores. E indica também que a estratégia que definimos está dando resultado. Vamos seguir trabalhando cada vez mais fortes e determinados, pois estamos trilhando um bom caminho em nossa busca constante pela excelência”.

- Publicidade -

Em 2021, a companhia apresentou um desempenho sólido em todas as suas áreas de negócios, que culminou em resultados históricos. A receita líquida no último ano foi de R$ 1,6 bilhão, alta de 56% em comparação com 2020, e o lucro líquido, atingiu R$ 285,3 milhões, um aumento de 207,6% em relação ao ano anterior.

Outro indicador positivo registrado pela Irani em 2021 foi o EBITDA Ajustado, que totalizou R$ 493,9 milhões, crescimento de 118,7% em relação ao ano anterior. O ROIC – Return on Invested Capital (Retorno sobre o Capital Investido), também foi destaque ao atingir 24,5%, um dos maiores das empresas do setor em nível mundial.

Em relação as práticas sociais, ambientais e de governança, que contribuíram para a conquista do prêmio, a Irani promoveu durante o ano de 2021 um investimento total de R$ 962 milhões voltado à sociedade, sendo R$ 338 milhões distribuídos em forma de impostos e contribuições municipais, estaduais e federais, R$ 206 milhões voltados aos colaboradores, por meio de remuneração, benefícios e incentivos, e R$ 71 milhões aos acionistas, distribuídos na forma de dividendos ou juros sobre capital próprio (JCP).

No último ano, a companhia arrecadou mais de R$ 1,7 milhão com a venda de créditos de carbono e realizou investimentos superiores a R$ 10 milhões em processos de gestão ambiental, além de R$ 2,3 milhões em melhorias em Saúde e Segurança dos colaboradores, e a estruturação de programas de inovação, como o Irani Ventures e a segunda edição do Irani Labs. A empresa também promoveu mais de 400 horas de trabalhos voluntários promovidos pelos seis Grupos de Voluntariado e realizou o investimento de mais de R$ 2,5 milhões em projetos nas áreas de cultura, educação ambiental e esporte nas comunidades do entorno.

“No último ano ainda fomos desafiados pela pandemia, mas com o avanço da imunização da população por meio das vacinas e a retomada parcial de mais atividades, pudemos observar uma maior estabilidade no mercado. Em nosso setor, notamos que os novos hábitos de consumo da população, como e-commerce e delivery de alimentos, bem como a aceleração de tendências sustentáveis, como economia circular e ESG, fizeram com que a demanda por papel e embalagens sustentáveis aumentasse, criando um ambiente ainda mais favorável tanto para os negócios da companhia, quanto para a sua atuação junto à sociedade e meio ambiente”, comenta o diretor-presidente da Irani.

Sobre o prêmio

Para definir os vencedores da premiação, a direção da Revista EXAME definiu um comitê de especialistas, que validaram os dados apresentados pelas empresas em sua inscrição e realizaram uma análise ampla e criteriosa. Além do prêmio será publicado um ranking, de 18 categorias principais da premiação, em uma edição especial da revista.

- Publicidade -

As informações das empresas foram analisadas pelo IBMEC – Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais. Assim como aconteceu nas edições anteriores, a avaliação considerou não apenas os indicadores financeiros e contábeis dos participantes, mas também o crescimento de atuação e boas práticas sociais, ambientais e de governança.

Dessa forma, três critérios foram levados em consideração: resultados contábeis, crescimento dentro do segmento e responsabilidade social, ambiental e compliance corporativo. A metodologia utilizada na definição do ranking e na escolha dos vencedores do prêmio, foi desenvolvida com exclusividade pelo Ibmec, uma das principais escolas de negócios do Brasil.
Sobre a Irani

Fundada em 1941 e controlada desde 1994 pelo Grupo Habitasul, tradicional grupo empresarial da Região Sul do País, a Irani Papel e Embalagem é hoje uma das líderes do setor de embalagens sustentáveis no Brasil. Com a produção integrada às florestas próprias e na economia circular (reciclagem), além da energia autogerada e máquinas e equipamentos constantemente atualizados, a Irani produz papéis para embalagens, chapas e caixas de papelão ondulado, resinas naturais de pinus, breu e terebintina, assegurando o fornecimento de produtos de matéria-prima renovável com alta qualidade e competitividade. A Irani possui 5 unidades produtivas: duas em Vargem Bonita (SC), uma em Santa Luzia (MG), uma em Indaiatuba (SP) e uma em Balneário Pinhal (RS), além de florestas em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e escritórios em Porto Alegre (RS) e Joaçaba (SC), e conta com mais de 2.200 colaboradores.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -