- Publicidade -
- Publicidade -
22.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Latarte recebe aporte e amplia 50% de seu atendimento à comunidade

FG Empreendimentos é a nova parceira da instituição que atua no contraturno com crianças e adolescentes carentes e em vulnerabilidade social. Aporte irá subsidiar a permanência de 30 crianças no projeto durante cinco meses.

O Grupo Socioeducacional e Cultural Latarte foi criado em 2006 com foco na prática socioeducativa por meio da arte e em formato de atendimento de contraturno, para crianças e adolescentes de 4 a 17 anos e acompanhamento das famílias. 

A entidade localizada em Camboriú atende crianças e adolescentes carentes e em vulnerabilidade social e mantém suas atividades por meio de convênios, parcerias e apadrinhamentos. 

- Publicidade -
Divulgação/FG Empreendimentos

A FG Empreendimentos é a nova apoiadora do Latarte, dentro de sua área de responsabilidade social, respondendo pela manutenção de 30 novos alunos na entidade, o que possibilitou a ampliação em 50% nos atendimentos. Atualmente, a Latarte conta ainda com uma lista de espera com mais de 200 crianças e adolescentes. 

“O trabalho desenvolvido é transformador, pois não apenas possibilita uma oportunidade para essas crianças e jovens, que não têm com quem ficar fora do período escolar, como para muitos é a única possibilidade de uma alimentação e de um cuidado. Se não estivessem ali, estariam nas ruas ou sozinhos em casa”, explica a gerente de DHO da FG, Giselle de Souza Hornburg. 

Segundo Giselle, o trabalho vai muito além do atendimento de contraturno, musicalidade e psicopedagógico, pois contempla um olhar para as famílias, um trabalho que ultrapassa as barreiras físicas da instituição.

Além do apadrinhamento, a construtora também contribuiu com a doações de materiais escolares para as atividades diárias. 

Marco Antonio de Gois Almeida, 18 anos, é colaborador da construtora e foi aluno da Latarte. 

“É gratificante estar inserido em uma empresa que desenvolve trabalhos com a comunidade, ainda mais podendo retribuir para um local que foi um divisor de águas na minha formação como ser humano. Quando criança eu tinha uma visão que ia para o projeto para comer e para brincar, mas hoje consigo perceber que foi um caminho para formação do meu caráter e para que eu não acabasse como muitos amigos, sem rumo”, explica. 

Marco Antonio ficou 7 anos no projeto, depois disso iniciou na FG como aprendiz e ao completar 18 anos, em maio deste ano, foi efetivado. 

Hoje atua no departamento de logística e almoxarifado. 

“Com esse novo aporte, 30 novas famílias terão uma oportunidade de traçar um caminho digno, assim como eu pude”, completa.

Apadrinhamento

Para a manutenção de uma criança no projeto, qualquer pessoa pode integrar o projeto de apadrinhamento ao custo por mês de R$365. 

- Publicidade -

Os interessados em apoiar devem procurar a entidade, na Rua Monte Serra Negra, 300 – Monte Alegre, em Camboriú. Informações pelo Telefone|WhatsApp (47) 3268-0165.

“Investir na construção do futuro de uma criança é muito mais viável e transformador do que os custos futuros com medidas socioeducativas. E mais, além de estarmos cumprindo com nossa função frente a sociedade, também estamos contribuindo com o futuro de nossa região, não apenas com a geração de emprego, renda, transformação do skyline, mas principalmente com a possibilidade da vida digna”, finaliza a diretora administrativa da FG, Dayana Feitosa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -