- Publicidade -
19.9 C
Balneário Camboriú

Lummertz é homenageado pela Fecam e anuncia nova parceria com municípios de SC

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -


O ex-ministro e atual secretário de Turismo do estado de São Paulo, o catarinense Vinícius Lummertz, foi homenageado nesta quarta-feira (20) por prefeitas e prefeitos das 295 cidades catarinenses que integram a Federação Catarinense de Municípios (Fecam), na Assembleia Geral que elegeu e deu posse à nova diretoria da entidade, realizada em Florianópolis de forma presencial e virtual.

Tanto o presidente que se despedia do cargo, Paulo Roberto Weiss, como o novo presidente, Clenilton Carlos Pereira, destacaram as razões da homenagem.

“O Vinícius não mediu esforços e trabalhou muito junto ao governador João Doria e o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, para que a Fecam fosse a primeira entidade municipalista do país a assinar um protocolo para a obtenção da CoronaVac, no dia 10 de dezembro passado”, lembrou Weiss.

“Foi a partir daquela assinatura que cidades, estados e entidades municipalistas de todo o país correram para fazer o mesmo no Butatan e acabaram pressionando o Governo Federal a incluir a CoronaVac no Plano Nacional de Imunização. Graças a essa iniciativa do secretário Lummertz e da Fecam hoje pessoas estão sendo vacinadas em nossos municípios e em todo o país”, disse Clenilton Pereira.

- Publicidade -

Além do secretário de Turismo de São Paulo, também o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, foi homenageado pela entidade. Porém, ele não pode estar presente de forma virtual porque naquele momento estava negociando com o Governo da China a vinda de insumos para o Brasil, para a fabricação de novas doses da vacina.

Seu representante foi o diretor de Relações Institucionais do Butantan, Raul Machado Neto, que ressaltou a importância da iniciativa de Lummertz e da Fecam para que o Brasil pudesse hoje estar vacinando.

Antes de fazer seu agradecimento, Vinícius Lummertz anunciou uma nova parceria entre o estado de São Paulo e os municípios catarinenses, em forma de um convênio que foi assinado entre o novo presidente da Fecam e o presidente da Associação Paulista de Municípios, Fred Guidoni, que estava presente no evento. As duas entidades vão prestar assistência às cidades dos dois estados para estudo, análise e gestão de soluções integradas.

- Publicidade -

Esse modelo será levado nos próximos dias ao presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi, em Brasília, para que outras federações de municípios do país se integrem a ele.

No agradecimento, Lummertz fez questão de destacar “a coragem do governador João Doria, que enfrentou todas as adversidades, críticas, mentiras e ameaças para que hoje o Brasil pudesse ter uma vacina. O mesmo pode-se dizer de Dimas Covas que, como vocês souberam agora, está negociando com o governo chinês para a importação de insumos, fazendo o papel que deveria ser do Governo Federal. É hora de o Brasil ter maturidade política e responsabilidade social. É inaceitável que a terceira maior democracia do planeta não tenha sequer sido convidada para fazer parte do chamado D10, o novo grupo das dez maiores democracias do mundo. É hora de nos afastarmos do ilógico e do irresponsável, que quase nos fazem ficar sem a vacina. Só a vacina vai nos dar a normalidade de volta e hoje ela é o melhor programa de emprego e renda ou qualquer outro programa que este país necessita. Agradeço à Fecam pela homenagem e reafirmo minha parceria permanente com meu estado e com nossas cidades”.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -