- Publicidade -
- Publicidade -
20 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Nova Câmara Mirim de Balneário Camboriú tem a maior representação feminina da sua história 

Dois fatos chamaram atenção na posse e instalação da 17ª Legislatura da Câmara Mirim de Balneário Camboriú, no último dia 29, na sede legislativa: das 19 cadeiras, 13 estão ocupadas por estudantes femininas e três por estrangeiros (dois argentinos e um venezuelano). 

A presidente eleita dos vereadores mirins, Lara Landeiro, 14 anos, chamou atenção para o ‘impacto’ que causou a forte presença feminina na nova legislatura e está disposta a firmar esse exemplo para as futuras gerações.

Lara, ao microfone, ladeada por Richard Laurindo e Cecília Balbinot (Foto Isadora Bittencourt)

“Como presidente da Câmara Mirim destaco que precisamos continuar buscando a igualdade, por mais representatividade, reconhecer tudo que já foi feito e está sendo realizado por mulheres aqui pertinho de nós e movimentos pelo mundo todo também”, afirmou ela em entrevista ao Página 3.

- Publicidade -

Cenário oposto ao adulto

O supervisor técnico da Câmara Mirim há mais de sete anos, Márcio Gonçalves, definiu os dois fatos como ‘relevantes’.

“É um cenário totalmente oposto à Câmara dos adultos, onde tem apenas uma mulher eleita e hoje mais duas suplentes que estão no cargo no momento”, disse Márcio, complementando que há alguns anos a Câmara Mirim apresenta um equilíbrio na participação através dos gêneros, um bom exemplo a ser seguido pelos ‘grandes’.

“Outro fato curioso é que temos três estrangeiros, mostrando como Balneário Camboriú é uma cidade cosmopolita, dando espaço e oportunidade para aqueles que escolhem nossa cidade para viver. Temos uma argentina e um argentino e um venezuelano que na posse deixou a Mesa Diretora bem emocionada com o relato dele. Ele disse que há 4 anos ele era morador de rua e hoje está feliz por poder representar a cidade onde mora, a comunidade que acolheu ele, agradeceu ao Brasil que o acolheu”, comentou Márcio.

O supervisor Márcio (Foto Divulgação/CVBC)

Ele falou sobre a importância que tem a formação política cidadã na vida desses jovens, ainda mais nessa época de polarização política.

“Nós vemos resultados, quando o jovem entra tem uma visão limitada e no final ele tem um olhar diferente sobre a comunidade, a política. Sempre falamos que o objetivo do projeto não é formar novos políticos, claro eventualmente se ele quiser, vai ter uma boa base para isso, mas o objetivo é formar lideranças na escola, na comunidade, para que ele possa transitar nestes espaços e saber que ele tem direito e deveres na sociedade em que vive”, enfatizou Márcio.

Solenidade de posse

Ricardo e Maria Clara conduziram a solenidade, ao lado do presidente da Câmara, La Barrica e do secretário da Educação, Marcelo Achutti (Foto Isadora Bittencourt)

A solenidade foi conduzida pelo vereador mirim Richard Laurindo, o mais velho entre os eleitos, e secretariada pela vereadora mirim Maria Clara Camilo. Integraram a mesa de honra, o presidente do Legislativo Municipal, vereador David LaBarrica (Patriota), e o secretário municipal de Educação, Marcelo Achutti (que também representou o prefeito Fabrício Oliveira).

Eleição da Mesa Diretora

Mesa Diretora: Fernando Tamburo (CEM Antônio Lúcio), 2° Secretário, Richard Laurindo (CEM Armando Cesar Ghislandi) vice-presidente, Lara Landeira (Colégio COC Unidade 03), presidente e Cecília Balbinot (Colégio Áster COC), 1ª Secretária (Foto Isadora Bittencourt)

Logo após o término da solenidade, foi feita a sessão extraordinária de eleição da Mesa Diretora mirim. 

- Publicidade -

O cargo de presidente foi disputado por duas candidatas; o de vice-presidente, por quatro candidatos; o de 1º secretário, por cinco candidatos; e o cargo de 2º secretário, por sete candidatos.

Foram eleitos: Lara Landeira (Colégio COC Unidade 03), como presidente; Richard Laurindo (CEM Professor Armando Cesar Ghislandi) como vice-presidente; Cecília Balbinot (Colégio Áster COC), como 1ª Secretária; e Fernando Tamburo (CEM Professor Antônio Lúcio), como 2° Secretário.

Primeira ordinária

Os vereadores mirins se reúnem mensalmente com as mesmas regras das sessões adultas, e as proposições aprovadas nas reuniões entram na pauta do Legislativo e são encaminhadas ao Poder Executivo Municipal.

A primeira reunião ordinária da nova legislatura está prevista para o próximo dia 21, no plenário Vereador Walter Eilers, às 15h30.

JP3 entrevista a presidente Lara

(Arquivo Pessoal)

“Nos comprometemos em trazer mais voz e lugar para a nossa juventude na construção de Balneário Camboriú”

JP3 – Qual o principal compromisso destes jovens vereadores?

Lara – Como vereadores mirins temos o compromisso em representar toda essa juventude, cheia de ideias e sede de futuro, com toda a responsabilidade que o cargo nos exige, mas também com a leveza que nós jovens temos ao realizar projetos de relevância para toda a cidade. Nos comprometemos em lutar pelas questões de relevância para a nossa geração, questionamentos que temos diariamente, e assim trazer mais voz e lugar para a nossa juventude na construção de Balneário Camboriú.

JP3 – Qual a importância dos jovens na política? 

Lara – Vivem dizendo que nós jovens somos o futuro do mundo, né? E no nosso mundo hoje, a política tem seu papel fundamental e está presente em todas as áreas. Com isso, nós, “o futuro” precisamos entender como funciona esse sistema e estar a par do que nos espera logo ali, no futuro que nós estamos traçando. Sabendo do espaço que temos, dos nossos direitos como cidadãos e tendo voz também na organização e melhoria da nossa cidade, nós jovens podemos levar para debates causas que afetam o nosso dia a dia e propor soluções para problemas que impactam a vida de milhares de pessoas, com ideias criativas de um pensamento sem barreiras para sonhos, mas trazendo tudo isso para a realidade em que estamos inseridos e sua funcionalidade na prática.

JP3 – Desde quando e o que motivou seu interesse por política? 

Lara – A política surgiu na minha vida primeiro como um anseio por informação, uma vontade de me sentir parte e entender o que estava acontecendo com o nosso país. Acho que um marco para isso foram as eleições para presidência em 2022, época na qual eu só conseguia enxergar uma grande dualidade quando eu falava com as pessoas. Questionada várias vezes pelo oquê eu acreditava, e sem ter uma resposta formada para dar ao mundo ainda, eu comecei a pesquisar, a buscar entender aquilo que ninguém realmente me falava (ou sequer sabia também), o que está por trás de todas essas opiniões? Quais fatos e fundamentos formam tudo isso que nós chamamos de política? O que todas essas siglas de partido me dizem? Como isso se aplica em um país tão grande e diverso como o Brasil?

JP3 – Quais são os planos de trabalho da nova legislatura?

Lara – Estou disposta a enfrentar esse caminho para projetar na base de tudo, a educação, melhorias significativas e relevantes para estudantes de todo o nosso município. Estamos aqui para trabalhar e lutar por todas as questões que nossos jovens enfrentam todos os dias. Vamos fazer ações, buscar verbas, informar e conscientizar a todos dos nossos direitos como cidadãos, desmistificando a política como um todo, e fazendo nossa comunidade se sentir parte desse movimento também.

JP3 – Qual é a importância da mulher na vida política/pública?

Lara –  Na semana do Dia da Mulher (8/03) é de extrema importância exaltar e lembrar o que nós somos capazes de fazer juntas para a vida política e pública que influencia em tantas áreas. Nós jovens estamos construindo nossa cosmovisão, buscando inspirações e referências. Eu tenho só 14 anos e quando olho pra todas essas mulheres que vieram antes de mim abrindo caminho para eu ser o que sou hoje e podendo me expressar tendo minha opinião ouvida, sinto que posso ir mais e mais longe. Todas nós temos uma adolescente de 14 anos dentro de nós, como se eu fosse elas ontem, e essas mulheres todas são eu amanhã. Falando do lugar de jovem mulher na política vejo da importância também no sentido geracional, a política é feita por identificação, por representatividade, ocupando esse lugar eu busco descomplicar esse assunto que ainda temos tanto receio de falar, ou enxergamos só os nossos pais comentando sobre, sabe? Quanto mais informação nós tivermos mais vamos preparar nossa geração para os problemas reais dos tempos de hoje.

Você sabia que na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, por exemplo, temos apenas 3 mulheres ocupando os 19 lugares? Para nos sentirmos parte do sistema que nos cerca diariamente precisamos agora de mais representatividade! Por todas as causas que nós precisamos falar sobre, pra fazer parte da tomada de decisões que vão afetar nosso dia a dia, para mostrar e inspirar todas essas mulheres que estão por vir que podemos e devemos usar nossa voz em conjunto em prol do desenvolvimento de nossas cidades, países e então impactar o mundo.

17ª Legislatura da Câmara Mirim

Os novos mirins com vereadores e familiares (Foto Isadora Bittencourt)
  • CAIC Ayrton Senna da Silva
    • Liandra da Silva
  • CEM Alfredo Domingos da Silva
    • Maria Clara Azevedo
  • CEM Ariribá
    • Enzo Maggio
  • CEM Dona Lili     
    • Pedro Ladeira
  • CEM Giovania de Almeida
    • Danyella Mafra
  • CEM Governador Ivo Silveira
    • Maria Luisa Nascimento
  • CEM Jardim Iate Clube
    • Maria Eduarda de Paiva
    • Noah Diego Entz
  • CEM Nova Esperança
    • Sofia Rodriguez
  • CEM Presidente Médici
    • Laura Magnabosco
  • CEM Professor Antônio Lúcio
    • Fernando Tamburo
  • CEM Professor Armando Cesar Ghislandi
    • Richard Laurindo
  • CEM Taquaras
    • Taisa Monteiro
  • CEM Tomaz Francisco Garcia
    • Yasiel Arayan
  • CEM Vereador Santa
    • Rubia dos Santos
  • Colégio Áster COC
    • Cecília Balbinot
  • Colégio COC Unidade 03
    • Lara Landeira
  • Colégio Margirus
    • Isabele Avelar
  • Liceu Catarinense
    • Maria Eduarda Kerke
- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -