- Publicidade -
- Publicidade -
21.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Presidente da Fundação Cultural de Balneário ‘viralizou’ ao impedir que filho de Bolsonaro subisse ao palco do Acampamento Farroupilha

A presidente da Fundação Cultural, Denize Leite, viralizou nas redes sociais, porque impediu o filho “04” de Jair Bolsonaro, Jair Renan, de subir ao palco das autoridades, no encerramento do Acampamento Farroupilha, neste domingo (24).

No vídeo que ‘viralizou’ nas redes sociais, Emílio Dalçóquio, extremista de direita, aparece falando para o apresentador do evento que ‘o filho do Bolsonaro’ estava no local e que deveria ser chamado no microfone.

Denize, que estava ao lado, não permitiu, dizendo ‘não, não vai citar, não vamos autorizar, eu sou a presidente da Fundação Cultural e não vai citar’.

- Publicidade -

Em outras imagens, Jair Renan aparece trajado com bombacha, ‘esperando’ para entrar no palco, como aconteceu na solenidade de abertura, onde apareceu pilchado no palco e enrolado em uma bandeira do Brasil.

Ao Página 3, Denize disse que ficou surpresa com todos os comentários gerados pelo vídeo.

“Não esperava a repercussão que deu. Eu agi porque entendo que foi um evento organizado pela prefeitura de Balneário Camboriú, através da Fundação Municipal de Cultura, e apoiado pelo Governo de Santa Catarina. É a maior festa cultural de Balneário, onde passaram mais de 120 mil pessoas, e no cerimonial de encerramento temos protocolo a seguir”, explicou.

Ela citou que na ocasião falava-se de autoridades da cidade, região e até Estado que prestigiam o evento, como secretários, vereadores e deputados.

A presidente da FCBC salientou que havia outras pessoas que queriam ser citadas, mas que não fazem parte da organização da festa ou possuem algum mandato.

Ela disse que foi incisiva pela questão do protocolo que é preciso ser seguido e que quem tem que integrar o cerimonial é quem fez parte do evento.

“Não foi sobre política e sim como presidente de uma entidade governamental, que é o que sou. Tive que preservar. Não foi meu posicionamento pessoal. Se fosse citá-lo, poderia citar minha filha, que é filha da presidente da Fundação Cultural, por exemplo. Quem tem mandato, quem é autoridade, é citado, por isso, tomei essa postura”, acrescentou.

- Publicidade -

Denize aproveitou para lembrar que a festa foi um sucesso e que o governo municipal está ‘feliz’ com o evento que foi entregue.

“Tivemos uma repercussão positiva, foram 10 dias de muitas atrações culturais, confraternizações, mais de 120h onde a equipe da FCBC esteve dedicada ao evento. Só tenho a agradecer a confiança do prefeito Fabrício Oliveira e o esforço da minha equipe”, completou.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -