- Publicidade -
22.4 C
Balneário Camboriú

Primavera: a época mais florida do ano é também a ‘estação das alergias’

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Nem tudo são flores na primavera que inicia nesta quarta-feira (22) e quem sofre com rinite, sinusite, dentre outras alergias e problemas respiratórios, a exemplo da asma, sabe que a chegada da estação das flores é sinônimo de cuidado redobrado, para não piorar as crises, espirros, coriza, nariz vermelho…  

Apesar de Balneário Camboriú não possuir médico alergista que atenda pelo SUS, a secretária de Saúde da cidade, Leila Crócomo, explica que é possível conseguir encaminhamento via AMFRI. 

“Em casos de crise de sinusite, rinite, etc. recomendamos que a pessoa procure a UPA do Bairro das Nações ou o PA da Barra, pois normalmente é uma situação emergencial que exige medicação, e o clínico geral pode auxiliar nisso. Tenho alergia e sei que às vezes você está bem e a crise pode surgir de uma hora para a outra”, diz. 

Sintomas se confundem

Leila pontua que, mesmo quem tem rinite ou sinusite deve testar para Covid-19, já que as crises podem trazer os mesmos sintomas que o vírus. Um caso aconteceu no último final de semana, envolvendo um professor da rede municipal de ensino que tinha sinusite, mas foi testado e confirmado que ele não estava com Covid. 

- Publicidade -

“Devemos testar por precaução, porque todo sintoma respiratório nesta época de pandemia vale ser conferido. E os cuidados como uso de máscara, higiene das mãos, etc, também ajudam nos casos de alergia, já que não levamos o pólen para os olhos, boca ou nariz, por isso que a precaução contra o Covid deve continuar, beneficiando também quem tem alergia”, acrescenta.

Mesmo protocolo do Covid

No inverno, o Página 3 conversou com o pneumologista Pedro Alves Cabral Filho, que ressaltou a importância de pacientes que tratam problemas respiratórios como asma, sinusite e rinite não deixarem de usar a medicação. 

“Os medicamentos protegem o paciente, evitando que ele tenha crises. Se usar a medicação prescrita, nos horários certos, tem menos chance de ter uma piora no quadro. A alimentação saudável, prática de exercícios regulares, bom sono e hidratação também ajudam na imunidade”, explicou. 

- Publicidade -

O médico recomendou também que as pessoas optem por lugares ventilados e amplos, além de evitar aglomerações e sempre que possível lavar as mãos. 

“O mesmo protocolo do Covid pode ser aplicado para outras viroses, já que quem tem alergia acaba tendo a gripe como um ‘gatilho’ para a doença. O vírus que mais circula hoje é a Covid-19. O Coronavírus é uma gripe, mais forte e mais letal, mas é um vírus da gripe também. Outros vírus seguem circulando, mas com menos proporção do que nos outros anos, e isso é por conta da mudança de hábitos, como uso da máscara, distanciamento social, higienização de mãos. A cultura da máscara deveria ficar, com quem estiver resfriado optando por usar e assim proteger a si e aos outros”, destacou. 

Dicas para evitar agravamento na primavera 

  • Lave o nariz com soro fisiológico, pelo menos, uma vez ao dia. 
  • Tome cuidado e use máscara ao frequentar jardins ou locais com muito vento, flores e árvores. 
  • O uso de óculos de sol ajuda a diminuir o contato dos olhos com o pólen. 
  • É importante secar as roupas no sol para eliminar microrganismos (ácaros) que podem se acumular no tecido. Você pode também forrar o colchão e o travesseiro com material impermeável para evitar o contato com causadores de alergias como ácaros e mofos. 
  • Cuide ao manusear produtos de limpeza. O cheiro forte pode irritar a mucosa nasal. Uma boa alternativa são os produtos biodegradáveis, que são menos ‘irritantes’.
- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -