- Publicidade -
- Publicidade -
17 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Reconecte: Balneário Camboriú será piloto de programa do governo federal que trata de tecnologias

Lançamento deve acontecer em agosto na cidade, em evento com membros do governo federal

A secretária de Inclusão Social, Christina Barichello, esteve nesta semana em Brasília, onde foi oficializado que Balneário será a primeira cidade a receber o programa ‘Reconecte’, que tem como objetivo reconectar as famílias, falando sobre a importância de regrar o uso das tecnologias. Quem quiser ser ‘facilitador’ do programa já pode se inscrever na Casa da Mulher e do Voluntário, que fica na Rua 2.850.

Christina com a secretária nacional da Família, Ângela Vidal Gandra (centro) e Daniel Celestino de Freitas Pereira, diretor do Departamento de Desafios Sociais no Âmbito Familiar (Foto Divulgação/Secretaria Nacional da Família)

Parceria com escolas: Reconecte terá quatro encontros

Christina disse ao Página 3 que o Reconecte trabalhará com as competências emocionais do excesso do uso de tecnologias, como celular, TV, computador, etc. 

“Isso afeta todas as gerações, e não adianta demonizar porque é a nossa realidade. Serão quatro encontros de capacitação, com 3h de duração cada um. O objetivo é integrar as famílias, por isso teremos parceria com a Secretaria de Educação e também queremos incluir as escolas particulares, que podem participar gratuitamente”, diz.

- Publicidade -

A ideia é que com o programa pais aprendam a importância de usar a tecnologia de forma regrada, já que mesmo em casa e com os filhos eles também estão sempre de olho no celular e ‘distantes’. 

“Para o pai pode ser bom o filho estar entretido no celular ou no tablet, mas isso pode trazer doenças emocionais, problemas nas articulações por excesso de uso, como na coluna e tendinite, e já estão afetando jovens, adolescentes”, comenta.

Cinco eixos

O programa federal terá cinco eixos: Tecnologia e Dignidade Humana, Responsabilidade digital, Tecnologia e saúde, Segurança e cultura digital e Enfrentamento a vícios.

“Debateremos os impactos do uso sem controle das tecnologias, tudo de maneira muito didática, para que as famílias entendam a importância de tirarmos um tempo para descansar a mente e termos outras atividades de lazer”, acrescenta.

Onde e quem pode participar

Os encontros devem acontecer no CRAS, na Casa da Mulher, no Centro de Convivência da Rua Itália e nas escolas – tanto públicas quanto particulares (as que quiserem participar). Neste momento a secretaria está credenciando futuros facilitadores [é preciso ter Ensino Superior na área de Humanas], que serão treinados de forma online. Para participar basta se inscrever diretamente na Casa da Mulher, que fica na Rua 2.850, entre as avenidas Brasil e Terceira.

Lançamento oficial será em agosto

O objetivo é que participem todas as famílias de Balneário – ou o maior número possível. 

“Teremos ainda técnicas de ‘detox’ digital, porque há estudos que indicam que pegamos no celular 110 vezes diariamente! O programa será lançado em agosto, quando teremos um grande evento da região sul, que será em Balneário. Não terá custo nenhum, tanto para quem quiser participar como quem quiser ser facilitador. Será mais uma ferramenta que ajudará na questão emocional. É um programa muito atual e extremamente importante, Balneário será referência! Teremos também acompanhamento de uma universidade, pois a ideia é que o Reconecte seja aplicado em todo o país”, completa Christina.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -