- Publicidade -
- Publicidade -
22.5 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Safra da tainha começa em menos de um mês, com boas expectativas para ‘fartura’ de peixe

Pescador Jair Euflorzino diz que os pescadores esperam 50 mil peixes na safra deste ano

A pesca da tainha inicia anualmente no dia 1 de maio. Em Balneário Camboriú, os pescadores já estão se organizando porque a safra promete ser boa – segundo o pescador Jair Euflorzino, de Taquaras, por ser um ano bissexto e também porque um grande cardume foi visto ainda em março no Rio Grande do Sul. 

Antes que a safra inicie, os pescadores reforçam o pedido de todos os anos: que donos de lanchas e jetskis não se aproximem da baía enquanto a pesca acontece, pois os veículos afastam os peixes.

Jair salienta que ainda não teve nenhuma reunião a respeito da fiscalização da pesca da tainha, mas que deve ser marcada para os próximos dias, e que sempre batem na tecla de pedir o apoio de proprietários de lancha e jet ski para que respeitem mais a área da baía onde o cardume vem. 

“Porque quando vem lancha ou jet ski, o cardume afunda e vai embora. É uma dificuldade que temos porque cresce cada vez mais o número de embarcações. Nada contra, enriquece nossa cidade, mas só nessa época, dois meses só, pedimos que respeitem. Tem 10 meses para brincar à vontade. Os vereadores de Balneário Camboriú poderiam colocar uma campanha nesse sentido como projeto de lei, isso tem em outras praias de SC. É uma parceria, poderia ter um entendimento como já tem nessas cidades, como Bombinhas, Guarda do Embaú, dentre outras”, diz.

- Publicidade -

O pescador aproveita para contar que a expectativa está muito boa para a safra deste ano, porque em 12 de março um cardume já foi visto na Praia do Cassino, no Rio Grande do Sul, vindo possivelmente do Rio Uruguai ou Lagoa dos Patos, os dois maiores berços de tainha. 

“Esse cardume foi uma coisa que eu nunca vi, um boto bateu nelas fora e para fugir vieram para a praia. Dava para pegar o peixe com a mão! Uma coisa linda. Por isso, a expectativa é muito boa, e também porque é ano bissexto, que é muito esperado de fartura para o pescador. Este ano já está sendo bom de peixe em todos os sentidos, então a expectativa é de ano farturado de tainha. Somente em Taquaras em 2023 pegamos mais de sete mil peixes, no total em Balneário toda deve ter sido 20 mil peixes. Não foi uma pesca farturada, mas neste ano esperamos 50 mil peixes brincando!”, completa.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -