- Publicidade -
15.6 C
Balneário Camboriú

Balneário Camboriú intensifica controle sobre o mosquito da dengue na Semana Estadual de Mobilização

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

A Semana Estadual de Mobilização contra o mosquito Aedes aegypti, lançada pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) nesta segunda-feira (30), quer chamar atenção da população para o problema da dengue no Estado e estimular as pessoas a ajudar no combate.

O gerente de Zoonoses da Dive/SC, João Fuck disse que neste ano Santa Catarina registrou o maior número de casos de dengue. Com a proximidade do verão, época de chuvas e calor, ambiente propício para a reprodução do mosquito, a Semana está acontecendo para pedir que cada pessoa cuide do seu ambiente, eliminando locais que possam acumular água e que sirvam de criadouro para os ovos do Aedes aegypti.

“Santa Catarina tem 11 municípios em situação de epidemia de dengue, já contabiliza mais de 11 mil casos da doença e a maioria dos casos são autóctones, ou seja, foram contraídos dentro do território estadual. Os dados registrados até agora são o reflexo da presença e disseminação do Aedes aegypti”, alerta Fuck.

Em Balneário

- Publicidade -

O Programa Municipal de Combate a Dengue, de Balneário Camboriú, vai intensificar ações nesta semana, com foco maior na divulgação, orientação e nas visitas domiciliares que seus agentes já realizam o ano todo.

O município registra atualmente 1097 focos do mosquito, dos quais 210 casos autóctones (contraídos dentro do municipio), 54 indeterminados, 2 importados de Dengue e 1 importado de Chikungunya.

A diretora da Vigilância Ambiental, Eliane Casatti explicou que a prefeitura está divulgando nas redes sociais diariamente posts com os cuidados. Além disso, a Secretaria de Educação realizará atividades com os alunos em relação aos cuidados com a Dengue e as unidades de saúde estão com cartazes e panfletos relacionados a doença, além dos agentes comunitários que irão realizar visitas em seus bairros com orientações à população.

“Os agentes de Endemias já estão trabalhando nas visitas nos imóveis, na construção civil e principalmente nos bairros afetados com a LIRAa. (Barra, Nova Esperança e Estaleiro), onde chegamos a 72 focos com classificação de Médio Risco. Além das visitas os agentes estão realizando visitas nas demandas da Ouvidoria Municipal e visitas nos suspeitos de Dengue, Zika e Chikungunya”, informou Eliane.

A Semana de orientação e prevenção seguirá até o próximo sábado (5). Para ajudar a população a eliminar locais com água parada, a Dive/SC publicou um ‘check-list’ das principais ações que cada um deve cumprir toda semana em sua casa.

- Publicidade -

11 cidades com epidemia

  • Oeste: Águas de Chapecó, Maravilha, Caibi, Coronel Freitas, Formosa do Sul, São Carlos e São Miguel do Oeste.
  • Norte: Joinville.
  • Vale do Itajaí: Bombinhas; Navegantes.
  • Grande Florianópolis: Tijucas.
- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,752FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,507SeguidoresSeguir
12,000InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -