- Publicidade -
- Publicidade -
23.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Após cinco anos de tentativas, Praia de Taquaras estreia no Programa Bandeira Azul

Balneário Camboriú tem agora três praias e uma marina certificadas para a temporada 22/23

O júri internacional do Programa Bandeira Azul aprovou a Praia de Taquaras que estreará sua Bandeira Azul nesta temporada, junto com as vizinhas Estaleiro e Estaleirinho, certificadas pelo quinto ano consecutivo. 

Tedesco Marina, quinto ano consecutivo (Divulgação/TedescoMarina)

A Tedesco Marina também conquistou a certificação pelo quinto ano consecutivo. As certificações para a temporada 2022/2023 foram anunciadas nesta semana.

A diretora da Tedesco Marina, Juliana Tedesco disse que é sempre uma satisfação e uma grande responsabilidade receber a certificação da Bandeira Azul.

“A certificação é resultado das ações de todos que fazem parte da Tedesco Marina, que trazem atitudes positivas para o lazer e trabalho gerando mudanças e resultados a cada ano”, declarou Juliana.

- Publicidade -

Taquaras em estréia

A secretária do Meio Ambiente, Maria Heloisa Furtado Lenzi disse que há cinco anos, quando Balneário Camboriú entrou na fase piloto do programa Bandeira Azul, foram feitos investimentos em melhorias na praia de Taquaras que, ao longo dos anos vem apresentando um ponto impróprio para banho nas coletas habituais, a lagoa. 

Esse fato, segundo a secretária, não foi impeditivo para ganhar a certificação, porque ele não influi na balneabilidade daquela praia, mas em anos anteriores sempre era citado.

“Melhoramos os acessos e disponibilizamos banheiros, além de monitorarmos a qualidade da água. Conseguimos a certificação da praia, pois nossos monitoramentos desde 2017 mostram que a praia sempre está própria para banho. A lagoa não influencia na balneabilidade da praia. Mas vamos fazer o isolamento da lagoa para esclarecer a população de que ela não faz parte da certificação”, explicou a secretária.

Ela acrescentou que a lagoa foi e ainda é um problema que a Emasa monitora. 

“Existe melhora nos resultados mas ainda não está própria para banho”.

O diretor geral da Emasa, Douglas Beber disse que quando assumiu a direção da empresa, parou a operação da estação de tratamento que existia ao lado da lagoa, que era ineficiente e contribuía com o problema de esgoto lançado na lagoa. 

Em conjunto com a Associação de Moradores de Taquaras, foram intensificadas as orientações aos moradores e a fiscalização das residências. 

“O Bandeira Azul envolve uma série de requisitos, mas com relação a lagoa de Taquaras nós também intensificamos as ações do ‘Se Liga na Rede’ na região, de maneira a corrigir qualquer problema de despejo irregular de esgoto. Acredito que isso tudo tenha contribuído para alcançarmos a certificação, além é claro de todas as demais ações da Secretaria de Meio Ambiente, que é a responsável pelo programa”, afirmou Douglas.

O prefeito Fabrício Oliveira disse que a certificação em mais uma praia de Balneário Camboriú destaca ainda mais Balneário Camboriú nacionalmente.

“Também reafirma que estamos, enquanto administração e enquanto sociedade, fazendo um trabalho precioso em relação ao meio ambiente”, acrescentou.

Qualidade & Segurança

A Bandeira Azul é uma certificação internacional concedida a praias e marinas que atenderam a uma lista de critérios que envolvem qualidade ambiental, segurança, bem-estar, infraestrutura, informação aos frequentadores e sensibilização ambiental. São equipamentos que atestam qualidade de água e segurança. 

- Publicidade -

Para a temporada 2022/2023, o júri internacional do programa avaliou a inscrição de 29 praias e 11 marinas brasileiras, todas certificadas.

Serão 40 locais certificados com a Bandeira Azul em novembro, no início da temporada de verão no Hemisfério Sul, em evento presencial em Niterói (RJ). 

Santa Catarina tem 18 das 29 praias brasileiras aprovadas, além de quatro das 11 marinas brasileiras que obtiveram a premiação.

O principal objetivo do Programa Bandeira Azul é conscientizar a sociedade, empresários do segmento náutico e gestores públicos quanto à necessidade de proteger ambientes marinhos e costeiros, incentivando ações com foco em gestão, qualidade, proteção e educação ambiental. 

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -