- Publicidade -
- Publicidade -
13 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Balneário Camboriú celebra o Dia da Árvore com distribuição mudas de espécies nativas para a população

A cidade possui mais de 11 mil árvores, segundo diagnóstico finalizado em abril deste ano

O Dia da Árvore será lembrado nesta quinta-feira (21), com distribuição de mudas de espécies nativas, das 12h às 17h., na entrada da prefeitura, localizada no alto da Rua Dinamarca com a Avenida Martin Luther, no Bairro das Nações.

A secretária interina do Meio Ambiente e diretora do Licenciamento Ambiental, Eduarda Montibeller, disse que  a equipe da Semam estará no local para falar sobre a importância das árvores para o meio ambiente.

Eduarda salienta que, durante a ação, também irão aproveitar para informar ao público que a cidade conta com um Viveiro, localizado dentro do Parque Natural Raimundo Malta, onde é a sede da Secretaria do Meio Ambiente, no Bairro dos Municípios. 

“O Viveiro está aberto à população nas terças e quintas das 14h às 17h. Cada pessoa pode retirar seis mudas por mês. São mudas de espécies nativas, tanto frutíferas como de finalidade paisagística e de recuperação de áreas degradadas. Neste mês de setembro temos disponíveis mudas frutíferas de Araçá Vermelho, Araçá Mulato, Araçá Piranga, Gabiroba Crespa, Gabiroba Lisa, pitanga, Inga Feijão e Ingá Anão”, acrescenta.

- Publicidade -

No Viveiro, que conta com mais de 60 espécies de árvores nativas, são dadas orientações sobre o plantio e informações sobre as plantas. 

As espécies são frutíferas, ornamentais, recuperadoras de áreas degradadas ou destinadas à arborização urbana, de pequeno, médio e grande porte. Entre elas, estão quaresmeira, ingá-feijão, ipê e araçá. Em estoque, o Viveiro tem mais de seis mil mudas.

Balneário conta com mais de 11 mil árvores

Levantamento realizado encontrou mais de 11 mil árvores em Balneário Camboriú. a maioria no Centro (Divulgação/PMBC)

O Diagnóstico da Arborização Urbana de Balneário Camboriú, finalizado em abril deste ano, contabilizou que a cidade possui em sua área urbana (ruas e praças) 11.222 árvores. 

O número, que é 49,62% superior à estimativa inicial, corresponde a 10.789 exemplares vivos e 433 mortos. 

Destas, há ainda mais de cinco mil que estão em grau de atenção prioritário, e há mais de sete mil pontos mapeados que podem receber novas árvores. 

O bairro mais arborizado é o Centro, com 4.174 exemplares, seguido da região das Praias Agrestes (1.619) e Bairro das Nações (1.158).

Eduarda conta que o diagnóstico identificou que 31% destas árvores em área urbana são nativas, 47% exóticas e 22% exóticas invasoras (quando oferecem risco às espécies nativas). 

“Agora que possuímos o diagnóstico da arborização urbana, pudemos melhorar a nossa análise técnica nos pedidos de corte e poda. Servidores da Secretaria do Meio Ambiente (que fazem os pareceres de poda/corte) e do Paisagismo (que executam os serviços de poda/corte em área urbana) receberam treinamento para utilizarem o software”, completa a secretária interina.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -