- Publicidade -
- Publicidade -
17.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Limpeza do Rio Camboriú aliviou 25 metros cúbicos de lixo

A terceira edição do mutirão de limpeza do Rio Camboriú, coordenada por entidades da cidade, mobilizou 175 voluntários, no final de semana que retiraram das águas e das margens nada menos do que 25 m3 de lixo, principalmente microlixo.

(Divulgação/Mutirão RioCamboriú)
(Divulgação/Mutirão RioCamboriú)
(Divulgação/Mutirão RioCamboriú)
(Divulgação/Mutirão RioCamboriú)

Os organizadores esperavam mais de 200 voluntários, de acordo com as inscrições feitas antecipadamente, mas muitos se inscreveram e não compareceram.

De um modo geral, os voluntários notaram uma melhora em certos pontos, mas a situação do local ainda é preocupante.

Pontos positivos

- Publicidade -

Um dos organizadores da Limpeza é o advogado Valdir de Andrade, membro do Lions Clube e presidente do Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG) da cidade, considerou a ação ‘excelente’, e que notaram melhorias em três localidades que eram consideradas críticas, às margens do rio, no Bairro São Francisco, em Camboriú.

Lá, nas duas últimas edições foi retirado muito lixo, inclusive uma geladeira em 2021.

“Era um condomínio, onde as pessoas usavam o rio como lixeira, e neste ano estava limpinho, não tinha nada, mostrando que os moradores aprenderam. Porém, em ‘compensação’, na divisa entre Camboriú e Balneário, encontramos uma situação complicada”, diz.

Na divisa entre Camboriú e Balneário complicou

Neste local há muito lixo volumoso, como colchões e móveis, que não puderam ser retirados porque neste ano a Limpeza não contou com o suporte da balsa com guincho, que auxilia na retirada de lixos pesados.

“Estava horrível, além da sujeira nesse ponto que deságua o Rio Peroba, é uma mancha negra, literalmente, direto no Rio Camboriú. Na margem esquerda (Camboriú), há o lixão atrás de casas, com fraldas usadas, móveis (geladeira, tubos de imagem de TVs antigas, carrinho de bebê, etc.) e tudo que não presta, e na direita (Balneário) há resíduos de cobre queimado e drogas, direto no mangue, que devem ter sido levados por moradores de rua. Vamos ofertar denúncia ao Ministério Público e prefeituras, para que limpem esses locais”, comenta.

Faltou responsabilidade

A organização ficou decepcionada com a falta de responsabilidade de quem se inscreveu e não foi.

“Menos do que no ano passado, quando foram 180. É uma falta de respeito se inscrever e não ir, porque teve gente que queria de fato ir e não pôde, porque encerramos as inscrições achando que iriam mais de 200 pessoas. Mas foi um evento incrível, os escoteiros de Camboriú participaram, os pescadores, empresas e atrativos turísticos da cidade. Conseguimos distribuir o pessoal, retiramos muito microlixo também”, comenta.

Entre os políticos, a ação contou com a participação dos vereadores de Balneário Anderson dos Santos e Eduardo Zanatta, já de Camboriú foi Marlon Borsatto.

“Os prefeitos não foram. Foi também o pessoal da Emasa e Águas de Camboriú, além do Barco Escola. Entregamos kits para os voluntários, tivemos um nível excelente de participação de quem realmente se importa com o nosso rio, foi espetacular”, pontua.

Limpeza de 2023 já está confirmada

A organização já está pensando na Limpeza de 2023 (o evento é anual), porque o trabalho de conscientização não pode parar. “É necessária a conscientização, o trabalho educacional. Mais de 170 pessoas participaram, viram de perto a realidade do rio. Ainda temos muito o que fazer e conscientizar, porque o esgoto de Camboriú ainda deságua no local, a obra não foi feita, também precisamos do Parque Inundável. Balneário faz muito, e Camboriú precisa fazer a sua parte. Precisa sair do papel! A nossa missão é coletar menos lixo em cada edição e que as pessoas tenham consciência. Hoje, a ausência da rede coletora de Camboriú é a principal vilã do rio, é algo visível, que qualquer leigo consegue identificar”, completa.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: