- Publicidade -
- Publicidade -
24.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Ministério Público investigará Defesa Civil de Balneário Camboriú

O gabinete do promotor do Meio Ambiente, Isaac Newton Belota Sabbá Guimarães, informou ao Página 3 nesta terça-feira que será aberta investigação sobre as autorizações emitidas pela Defesa Civil de Balneário Camboriú, que acabam resultando em destruição ambiental.

A promotoria já estava investigando a destruição num morro do Ariribá, no final da ua Pardal, mas decidiu ampliar para a Defesa Civil porque seria o terceiro episódio envolvendo aquele órgão municipal.

O empresário Wanderlei dos Santos Amora, dono da Projetos Sustentáveis ME, que está realizando a obra no bairro Ariribá, disse que a intervenção era necessária para sondagem do terreno -visando conter encostas- e que foi tudo feito dentro da lei. 

- Publicidade -

Com efeito, a legislação permite intervenções autorizadas pela Defesa Civil, em caso de iminente perigo, mas o que está em discussão é um órgão da prefeitura autorizar tamanha intervenção em área de preservação, sem ao menos ouvir a Secretaria do Meio Ambiente.

Uma das perguntas que vizinhos ao local fazem é se a abertura dessa rua no morro não é o primeiro passo para venda ilegal de lotes. 

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -