- Publicidade -
20.3 C
Balneário Camboriú

EUA: após invasão, Congresso certifica vitória de Biden e confirma posse dia 20

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Por Eduardo Gayer

Após a invasão do Capitólio por apoiadores do presidente Donald Trump na noite desta quarta-feira, 6, o Congresso americano, em sessão conjunta comandada pelo vice-presidente e presidente do Senado, Mike Pence, certificou na madrugada desta quinta-feira, 7, pelo horário de Washington, a vitória de Joe Biden e Kamala Harris como presidente e vice-presidente dos Estados Unidos.

- Publicidade -

A decisão valida os 306 votos dados ao democrata e os 232 concedidos ao republicano no Colégio Eleitoral e sacramenta o processo de escolha do líder. Com a confirmação do resultado, não há mais nenhum obstáculo formal no caminho de Biden até a Casa Branca. A data da posse do novo presidente e de sua vice foi confirmada para o dia 20 de janeiro.

A sessão que confirmou o resultado das eleições, contudo, passou longe de ser o ato simbólico que costuma ser. Na noite de quarta-feira, os trabalhos foram suspensos após extremistas pró-Trump invadirem o Capitólio para impedir a validação do resultado eleitoral. Quatro pessoas morreram e 52 foram presas em meio ao caos promovido pelos vândalos. Sem apresentar provas, apoiadores de Trump afirmam que as eleições presidenciais foram fraudadas. O fato foi lamentado por autoridades de diferentes campos ideológicos, que viram no episódio um ataque à democracia

Cerca de duas horas depois de as autoridades terem conseguido limpar o Capitólio e seus arredores, o presidente da sessão conjunta, o vice-presidente Mike Pence, autorizou a retomada dos trabalhos pelas duas Casas do Congresso, para a continuidade do processo de ratificação do resultado das eleições.

O trabalho legislativo, contudo, também não foi simples, com a nova sessão durando mais de sete horas devido ao debate em ambas as Casas sobre duas objeções ao resultado das eleições na Pensilvânia e no Arizona, ambas apresentadas por aliados de Trump.

- Publicidade -

Com a rejeição das objeções nas duas Casas, a sessão conjunta foi novamente retomada, já na manhã desta quinta, pelo horário do Brasil. Sem nenhuma nova objeção, os parlamentares validaram o resultado apresentado por mais de dez Estados em um curto espaço de tempo, confirmando a vitória da chapa democrata. (Com agências internacionais).

- Publicidade -

Jornal Página 3 nas redes

39,752FãsCurtir
18,100SeguidoresSeguir
6,510SeguidoresSeguir
12,000InscritosInscrever
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -