- Publicidade -
- Publicidade -
23 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Nova presidente da Petrobras, privatização da Sabesp e o que importa no mercado

O QUE MAGDA QUER NA PETROBRAS

Uma das primeiras metas de Magda Chambriard à frente da Petrobras deve ser a liberação da exploração de petróleo na Foz do Amazonas. Escolhida pelo presidente Lula (PT), seu currículo está em análise por um comitê independente da companhia. Após o aval, a nomeação deve acontecer até sexta-feira.

ENTENDA

- Publicidade -

Pesquisas iniciais indicam chances altas de haver petróleo na região em frente à foz do Rio Amazonas da Margem Equatorial, principalmente no trecho conhecido como bloco 59 (veja a localização abaixo). Reservas provadas ali perto, como no Rio Grande do Norte e nos países vizinhos da Guiana e Guiana Francesa, reforçam a tese.

↳ A Petrobras precisa fazer poços de exploração para comprovar a existência de petróleo e estimar seu tamanho, antes de qualquer extração começar.

O QUE É A MARGEM EQUATORIAL?

É uma grande faixa de litoral entre o Rio Grande do Norte e o Amapá, com cinco bacias de petróleo. Das cinco, três já tem produção de petróleo e são justamente as que ficam mais distantes da Foz do Amazonas.

SIM, MAS…

A licença para essas perfurações na Foz do Amazonas, no entanto, foi negada pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) em maio de 2023. A empresa recorreu e diz que atende todas as exigências. O aval segue paralisado no órgão, que está sob a gestão do ministério do Meio Ambiente e da ministra Marina Silva.

O Ibama alegou preocupação quanto ao socorro à fauna em caso de acidente e a ausência de estudos mais detalhados.

- Publicidade -

A região tem áreas de conservação ambiental com manguezais, a própria floresta amazônica e comunidades indígenas.

A liberação da exploração também era defendida pela gestão do ex-presidente Jean Paul Prates, que alegava já ter cumprido as exigências do Ibama.

Em entrevista a Folha de S.Paulo, o diretor Joelson Mendes, que segue na Petrobras, afirma que os poços seriam distantes do litoral, evitando impactos.

RACHA EM BRASÍLIA

A exploração também é tema de divergências no governo. O ministro de Minas e Energia fala em explorar o petróleo até o país se tornar desenvolvido. Já a secretaria de Mudança do Clima critica a falta de um projeto para que o dinheiro do petróleo banque a transição energética.

O que mais esperar de Chambriard: ela é vista como alguém que vai reforçar os investimentos da companhia, principalmente em refino, e fazer mais encomendas à indústria naval brasileira.

↳ Expôs antes de ser escolhida sua visão sobre o imbróglio em torno da licença ambiental negada em 2023: para ela, a palavra final tem que ser do presidente Lula.

↳ Perfil: tem 66 anos, é consultora na área de óleo e gás, engenheira, ex-funcionária da companhia e ex-presidente da agência reguladora ANP (Agência Nacional do Petróleo). Mais sobre ela aqui.

MAIS PETRÓLEO

Mais petróleo. Mesmo sem a licença para fazer as perfurações na Foz do Amazonas, a Petrobras têm aval para pesquisas em outros pontos. A última descoberta de petróleo foi na bacia Potiguar, entre o Rio Grande do Norte e o Ceará.

O plano estratégico atual da Petrobras prevê um investimento de US$ 3,1 bilhões na região nos próximos cinco anos.

PRIVATIZAÇÃO DA SABESP AVANÇA

A Sabesp está mais próxima de ser privatizada. Municípios paulistas atendidos pela empresa aprovaram em assembleia nesta segunda-feira (20) um novo contrato padrão. Ele começará a valer depois da privatização.

↳ Um dos principais pontos do contrato é a prorrogação da concessão até 2060.

O consentimento da capital paulista e de outras cidades não era essencial para a privatização, mas importante para atrair os investidores na venda de ações.

E AGORA?

A votação marca a última etapa política do processo, que segue para a venda das ações. O governo de Tarcísio de Freitas (Republicanos) quer fazer a oferta até junho.

A ideia é que a participação do estado na companhia caia de 50,3% para 20%.

Como será a privatização? O modelo inédito no Brasil dividirá o leilão em dois momentos.

1ª etapa: as ações que hoje ficam na mão do estado serão oferecidas a quem desejar se tornar acionista de referência. Esses acionistas precisarão comprovar que têm caixa para competir pela compra de 15% do capital da companhia (calculado em R$ 8,5 bilhões).

↳ Um exemplo de interessado é a companhia Aegea. Veja aqui uma entrevista com o CEO Radamés Casse.

2ª etapa: as duas melhores ofertas serão apresentadas ao mercado em geral, que decidirá, pela maioria, qual faz mais sentido. Ou seja, a escolha do acionista de referência será feita pelos próprios investidores.

MAS…

A Folha de S.Paulo apurou que o modelo pode gerar menos receita que o esperado para o estado de São Paulo.

No primeiro trimestre, a receita operacional líquida da Sabesp foi de R$ 6,56 bilhões, alta de 15,1%. O lucro líquido subiu 10,2%, para R$ 823 milhões.

↳ Com as perspectivas de privatização, as ações da Sabesp subiram mais de 50% nos últimos 12 meses e atingiram R$ 77,81.

O QUE MUDA?

A privatização impõe a necessidade de R$ 64 bilhões em investimentos nos próximos cinco anos, chegando a R$ 260 bilhões até 2060.

Também antecipa a meta de universalização dos serviços de água e esgoto, de 2033 para 2029, e prevê desconto de até 10% na tarifa social de água, destinada à população mais vulnerável.

Raio-x: fundada em 1973, a Sabesp atende 375 municípios e 28,4 milhões de pessoas.

SCARLETT JOHANSSON NO CHATGPT?

A OpenAI decidiu suspender um dos modelos de interação baseados em voz humana disponível no ChatGPT-4o, nova atualização da ferramenta de IA generativa.

↳ Batizada de Sky, a assistente de voz foi comparada à robô Samantha, dublada por Scarlett Johansson no filme “Ela” (“Her”, no original).

No filme, Samantha é uma inteligência artificial praticamente sem limitações e cria uma forte relação com Theodore Twombly, personagem interpretado por Joaquin Phoenix, que se apaixona por ela.

Outras quatro vozes do GPT-4o —batizadas de Breeze, Cove, Ember e Juniper— foram mantidas.

Atemporal, carismática e natural. A companhia por trás do ChatGPT afirma que a sonoridade da Sky pertence a outra atriz, que terá sua identidade mantida sob segredo.

↳ A OpenAI também alega que procurou que um timbre que soasse “atemporal”, “inspirasse confiança” e fosse “carismático e natural”.

O que tem de novo na atualização? O GPT-4o traz mais funções para usuários dos planos gratuitos, apenas na versão web e com limite de uso.

Para os assinantes, a interação por voz em tempo real é a principal novidade, mas o modelo também promete mais velocidade que a versão anterior. Veja aqui tudo o que tem de novo.

COMO USAR?

As atualizações devem chegar nas próximas semanas aos assinantes do plano pago ChatGPT Plus, vendido por US$ 20 (R$ 102,81) mensais. Não há informações de quando o recurso estará disponível para o público em geral.

↳ Análise do site TechCrunch mostra que o lançamento fez disparar o número de assinaturas via iPhones, onde o GPT-4o só é disponível na versão paga. Apenas no dia do lançamento a alta foi de 22%.

MAIS SOBRE IA

O Google fez uma série de atualizações no seu assistente Gemini. Uma das principais novidades é a integração com e-mails e os aplicativos de trabalho Google Docs e Sheets.

Nesta segunda (20), o Google também integrou o Gemini ao buscador. O “AI Overview” responde às buscas dos usuários americanos com um resumo feito por IA.

↳ Esse texto será o primeiro resultado e estará acompanhado de dois ou três links de referência. A empresa não diz qual será o critério para escolher os sites mais relevantes.

Especialistas ouvidos pela Folha de S.Paulo apontam que a novidade pode “empobrecer” a experiência na internet.

ARROZ NO PRATO

Para evitar a escassez de arroz devido ao impacto das chuvas do Rio Grande do Sul, o governo federal vai zerar as tarifas de importação do grão. A medida se soma à decisão do Ministério da Agricultura de comprar até 1 milhão de toneladas do produto.

↳ Mesmo com 83% das lavouras colhidas antes das chuvas, há preocupação com alta dos preços do grão, já que o RS é o principal produtor do país.

↳ As tarifas sobre o arroz vindo de Argentina, Paraguai e Uruguai já são zeradas, mas a compra de países como Tailândia tem crescido.

VOCÊ SABIA?

O arroz é o item de maior peso no grupo “alimentação no domicílio” do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), indicador oficial de inflação do Brasil.

Previsões do banco JPMorgan e da XP veem um risco da tragédia pressionar a inflação do país para cima, contribuindo com algo entre 0,05 e 0,10 ponto percentual ao índice; entenda.

↳ A expectativa do mercado financeiro hoje é de uma inflação de 3,8% neste ano.

No acumulado do mês, o preço do arroz plantado no estado subiu 4%, para R$ 111,48 a saca de 50 kg, em meio a especulações sobre o impacto das chuvas.

E o vinho? Na Serra Gaúcha, tradicional região produtora de uvas, mais de 400 hectares de plantações foram soterradas apenas na cidade de Bento Gonçalves.

A estimativa, porém, é que a tragédia não tenha impacto relevante na produção de vinhos e espumantes. O turismo, por sua vez, deve lidar com um abalo jamais visto.

↳ Os repórteres Matheus Teixeira e Pedro Ladeira, da Folha de S.Paulo, relataram histórias como a do produtor Tiago Schutkovski, que vive o luto pela perda do pai enquanto lida com o estrago de nove dos 15 hectares de plantação.

TRAGÉDIA

Duas semanas depois das primeiras chuvas caírem sobre o RS, a capital Porto Alegre começa a ver a água baixar. As imagens mostram muito lixo e lama pelas ruas.

Apesar do provável impacto na economia brasileira, o presidente Lula disse nesta segunda-feira (20) que os investimentos com a recuperação do estado podem acabar ajudando o país.

Depois de uma sequência de altas, a expectativa dos economistas para o PIB (Produto Interno Bruto) deste ano caiu de 2,09% para 2,04%. Veja aqui outras previsões atualizadas.

À Folha de S.Paulo o governador Eduardo Leite (PSDB) afirma que não investiu mais recursos na prevenção de desastres porque tinha outras agendas urgentes, como o ajuste das contas.

O QUE MAIS VOCÊ PRECISA SABER

TRABALHO

Países ‘seduzem’ nômades digitais com vistos de trabalho para atrair novos residentes. Vistos para trabalhadores remotos indicam competição por mão de obra qualificada e necessidade de atrair novos habitantes.

PLANOS DE SAÚDE

Planos de saúde apontam recuperação, mas relação com hospitais e fornecedores piorou. Dificuldade de recebimento, descredenciamentos e descontos são as principais queixas; operadoras negam atrasos e dizem fazer ajustes.

ENERGIA

Maior Bolsa de energia do mundo vai lançar plataforma no Brasil em junho. European Energy Exchange investe em projeto com fundo da B3 e quer fazer da N5X a primeira bolsa do país.

VEÍCULOS

Stellantis vai investir R$ 14 bi para produzir motorização híbrida flex em Minas Gerais. Valor é parte do aporte de R$ 32 bi previsto pela empresa para o período de 2025 a 2030.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -