- Publicidade -
- Publicidade -
23.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

“A Páscoa em Jesus”, Eloir Carlos Ponath

“Façam isto em memória de mim” – disse Jesus (Lucas 22.19).

A Páscoa é uma data de suma importância no calendário da Igreja. Celebramos a ressurreição de Jesus! É o evento central da fé cristã. Anunciamos o Cristo vivo, a esperança renovada, a vida que revigora na alegria da vitória de Cristo sobre tudo que gera morte e tristeza.

Em torno da alegria da ressurreição é que surgem as tantas simbologias e propostas para comemorar esta data tão significativa. E por isso não esquecemos dos ovos e dos coelhos de Páscoa, das receitas para celebrar em família o feriado, nem dos enfeites que remetem a tais símbolos e decoram muitas e muitas cidades, além das nossas casas.

Tudo isso é útil e importante. Mas o que não pode acontecer é a adoração ao símbolo ao invés da adoração àquele a quem o símbolo foi criado para nos remeter: Jesus Cristo. 

- Publicidade -

Ele sim é o centro de toda a celebração e de todas as tradições e símbolos de Páscoa.

Quando nos reunimos em nossas celebrações, como Cultos, Tríduo Pascal, caminhadas, etc., nós usamos de muitos símbolos, exemplos, textos e gestos. 

E tudo isso tem por objetivo nos fazer lembrar e experienciar o que Jesus Cristo fez por nós. 

O seu sofrimento e morte de cruz foram para nos salvar de nossos pecados e nos resgatar de uma vida afastada de Deus. A sua ressurreição quer nos dar impulso e novas forças para superar os mecanismos de morte e de dor que encontramos no mundo e olhar com esperança, a partir do Cristo vivo, para possibilidades e sonhos que podem se tornar realidade quando buscamos juntos e em comunhão viver a paz e o cuidado uns para com os outros.

Assim, vamos celebrar esta Semana Santa, esta Páscoa, a partir de todas as tradições, simbologias e gestos que conhecemos, lembrando o que o próprio Jesus nos pediu: “Façam isto em memória de mim.” 

Desta forma, vamos ouvir, meditar e olhar com atenção para o sofrimento de Cristo por nós e, ao mesmo tempo, nos motivar a seguir firmes na esperança e na dedicação de nossa vida e de nossa fé para a construção do Reino de Deus entre nós.

Celebre, leve sua família, ensine e possibilite às crianças e jovens participarem e sentirem as celebrações da Semana Santa! Fale de Cristo e anuncie seu imenso amor, que nos une a Deus misericordioso e bondoso.

- Publicidade -

Somente assim podemos continuar firmes e esperançosos, lutando contra todo tipo de violência, maldade, loucura e desatino que tentam a qualquer custo dominar entre nós.

Abençoada e dedicada Páscoa para você!

Eloir Carlos Ponath é Pastor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – Igreja Martin Luther, Balneário Camboriú

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -