- Publicidade -
20.5 C
Balneário Camboriú

“Choque de Realidade” por Hélvion Ribeiro

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Estes dois rapazes se preparam para trabalhar pendurados pela parte de fora do prédio de 15 andares…

Retiro esta postagem comovente do site ‘Apaixonados por BC de verdade…’, quando alguém pergunta se tem quitinete  mais barata para alugar e outra pessoa responde

“Pra morar em Balneário só depois da temporada que acho que só em março quando começam as aulas, aí você precisa estar matriculado em algum curso e alugar como estudante, aí se torna mais barato…mas você deve ter uma boa renda pra pagar o aluguel e condomínio.

Portanto precisa trabalhar muito, girar. Reinventar. Minha filha tinha conseguido um bom emprego na área dela, que seria gerente de RH em uma empresa em Itajai. Aí a gente já tinha visto vários imóveis com valor bom, mas a gente ia esperar ela passar os meses de contrato.

- Publicidade -

E  aí,  eu e a irmã dela também iríamos, tinha conseguido apartamento entre a  Rua 1201 e a Brasil. 

Aí fechou tudo por causa da pandemia. 

Nem se conseguia entrar em Santa Catarina na mesma semana de quando chamaram ela… aí ficou pra depois de acalmar e reabrir, inclusive ir pra lá em SC não deixavam entrar… somente…produtos essenciais. 

- Publicidade -

Somos do RS. Estava tudo programado, tenho minha casa aqui, não ia vender nem alugar, pois ia deixar mobiliada. 

Como ela conseguiu mudar pra gerente de Rh aqui na empresa e começou há um ano dar aulas na faculdade, aí desistimos.

Mas a ideia continua. 

Sou aposentada, não recebo mal e minha outra filha trabalha com marketing digital, ia dar tudo certo, o problema foi a pandemia.

Esse sonho é de nós três desde 1995. 

Além de trabalhar, ela faz mestrado numa universidade de Madri, que tem uma única sede na praia da do Campeche, em Florianópolis.

Precisamos ir com os pés no chão, porque o caro lá é a moradia, o apartamento. E não quero longe do centro. Se tiver que ser, será.

Tenho muitas dores nas articulações e aqui o clima é muito pesado, quando vou pra lá, não sinto dores. 

O mar faz a fotossíntese e consegue amenizar esse tipo de problema. 

Eu amo demais aí… até vamos em praia vizinhas, mas a hospedagem sempre é aí. Sem contar que nos mercados e todos os gêneros alimentícios…restaurantes é muito mais barato que aqui, a diferença é de até 30% a 40% e 50% menos” .

 …segue a saga …

Hélvion Ribeiro é cirurgião dentista aposentado, reside em Balneário Camboriú e veraneia em Urubici

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -