- Publicidade -
29 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

“Das Vacinas II” por Hélvion Ribeiro

Um fato.

Mês passado numa grande imobiliária aqui em Curitiba aconteceu este fato, a mim narrado por um dos protagonistas.

– Veja Hélvion o que aconteceu. Eu tenho 62 anos e estou  me divertindo como corretor na imobiliária… (disse o nome). É grande, com mais de 90 funcionários. Cheguei lá na segunda-feira passada, todo mundo no computador naquele grande salão. Pensei… se alguém aqui tiver Covid – estamos ralados.

Falei com o dono da empresa e disse a ele: 

– Cara, aqui tá todo mundo vacinado?

Porque se tiver alguém sem vacina, o risco é grande pra todo mundo e eu tenho 62 anos!

- Publicidade -

O proprietário meio que desconversou, mas ele insistiu. 

– Porque você não dá um stop aí, e pergunta se tem alguém que não se vacinou ainda. Se tiver manda sair.

O proprietário pensou um pouco e topou.

- Publicidade -

– Pessoal, ATENÇÃO! Tem alguém aqui que não tá vacinado  contra COVID? Levanta a mão!

 Cinco levantaram a mão.

– Bem, vocês cinco estão fora. Arrumem suas coisas e saiam. Só voltam aqui depois de teste negativo de COVID e cartão de vacinação. 

        Comento : 

        Isto sim é fazer saúde pública.

        Não querer se vacinar, é uma coisa. Quando isto coloca em risco qualquer outra pessoa, aí é inaceitável.  

       A pergunta cabe em qualquer lugar, em ambiente de qualquer tamanho – sem política. 

                               …segue a saga …

Hélvion Ribeiro é dentista aposentado, reside em Balneário Camboriú e veraneia em Urubici

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -