- Publicidade -
23.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

“É Natal outra vez…” Eloir Carlos Ponath

“Quando viram a estrela, eles ficaram muito alegres e felizes. Entraram na casa e encontraram o menino com Maria, a sua mãe.” (Mateus 2.10-11)

É Natal outra vez! E ainda estamos falando em pandemia, uso de máscaras, distanciamento, álcool gel. Novas variantes vêm surgindo. E o mundo continua na incerteza.

Temos aprendido novos jeitos de viver e celebrar. Tentamos aprender a lidar com a situação. Estamos encontrando caminhos! Mas tudo ainda está confuso e caótico. O vírus mostra a sua força, as pessoas mostram sua resistência, a sociedade sofre com disputas de poder e, em meio a tudo isso, é Natal outra vez.

O Natal anuncia a esperança por tempos de paz. Quando Jesus nasceu, o mundo também estava confuso e caótico. Ansiava-se pela intervenção de Deus, que enviaria o Salvador. Isso era motivo de preocupação para os poderosos, pois o menino que estava para nascer era apresentado como Rei. Anunciar o nascimento de Jesus era correr riscos. E o próprio Jesus correu estes riscos. Os governantes não queriam correr o risco de perder o poder. Mas ali, numa estrebaria, nos braços de sua mãe Maria, estava o Salvador tão esperado! Enfim, a paz de Deus estava para se concretizar. 

É, parece que a história não foi bem assim. 

Aquele menino haveria de crescer e sair do aconchego do lar de Maria e José para enfrentar a loucura do mundo.

Em meio à escuridão da dor, do sofrimento e da incerteza, buscamos uma luz. 

- Publicidade -

Para aqueles que acreditaram na vinda do Salvador, a luz da estrela serviu como direção. 

Também hoje é assim: Acreditar no menino Deus, nascido numa manjedoura, nos dá luz em meio às trevas, nos dá esperança. Encontrar Jesus nos traz alegria e nos motiva a continuar firmes. A escuridão, de uma forma ou de outra, sempre vai nos cercar. Mas a luz do menino Deus também sempre estará ali, para nos guiar, nos fortalecer e nos dar alegria.

É Natal outra vez! E ainda estamos aqui, fortalecendo nossa fé e nossa esperança. 

- Publicidade -

Mais uma vez somos lembrados da importância de deixar o gesto singelo do menino Deus cativar nossos corações e nos encher de amor, bondade, misericórdia, mansidão, domínio próprio, paciência, harmonia e paz. 

Mais uma vez somos lembrados pelo pequeno Jesus que tudo pode ser melhor, que há uma luz, que nos guia e nos orienta. Esta luz é a Palavra de Deus, o exemplo de Jesus e a nossa fé.

Celebremos este Natal e muitos outros ainda! Com ou sem pandemia, não percamos a esperança. Sigamos firmes e conscientes do nosso compromisso com Deus e com o próximo.

Feliz e abençoado Natal!

Eloir Carlos Ponath é Pastor da Igreja Martin Luther (IECLB-Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil), Comunidade de Balneário Camboriú

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -