- Publicidade -
- Publicidade -
17.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

“Reforma e Educação – um legado luterano”, por Eloir Carlos Ponath

Escola, lugar onde se ensina e aprende! Desde a criação da humanidade, existe a escola. Como assim? Desde a criação, o conhecimento é passado de geração a geração. Os mais jovens se reuniam para aprender com os mais velhos. Moisés reunia o povo na caminhada do “40 anos” e lhes ensinava. No Antigo Testamento todos os profetas reuniam o povo para lhes ensinar algo. Jesus reuniu o povo e os discípulos e lhes ensinou. As primeiras comunidades cristãs, descritas nas cartas de Paulo e Atos, também se reuniam em casas para aprender. Nossa vida, nossa casa, nossa igreja, tudo é uma grande escola. Mais tarde, surge na Grécia a palavra “Escola”, como sendo um local onde o conhecimento é passado de um professor para os seus alunos.

A educação, em primeiro lugar, vem de casa. Na escola se aprende outros tipos de educação. Mas, na idade Antiga e Média, só homens ricos podiam ir para as chamadas escolas. Só homens podiam ensinar. É aí que surge Lutero, no século 16, para mudar a história da educação. Lutero, além da reforma religiosa, também fez a reforma na educação. Lutero criou a universalização do ensino. O que é isso? É o direto de meninos e meninas, ricos e pobres, estudarem com qualidade em escolas públicas. Lutero também defendeu que mulheres fossem professoras, algo proibido até aquela época. Lutero também pediu aos governos que, a cada moeda gasta com armas ou guerras, se gastasse 100 com a educação! Graças a Lutero, surge a escola que temos hoje, que ensina matemática, ciências, geografia, história, etc. Por isso, onde eram construídas igrejas luteranas, também eram construídas escolas. A igreja luterana contribuiu e muito para que hoje existam escolas e faculdades para todos.

Educação hoje! Lutero queria que as escolas ensinassem os conteúdos de uma forma divertida. Mas como ensinar de forma divertida, se hoje milhões são desviados/roubados e apenas centavos sobram para as escolas? Professores, para sobreviver, têm que dar aulas de manhã, à tarde e à noite, e mal têm tempo para preparar uma aula. Precisamos de mais “luteros” hoje. Precisamos que a igreja continue a se envolver e a contribuir com a educação neste país. Que possamos fazer a diferença, propagando a fé em Cristo através da educação. A violência, as drogas e as divisões estão por todo o lado; e nós como igreja podemos transformar vidas através da educação. Educação que não só forma profissionais, mas que forma, sobretudo, seres humanos conscientes de suas responsabilidades.

- Publicidade -

A Reforma nos convida a tomarmos consciência da nossa responsabilidade no ensinar, motivando educadores e sendo agentes de transformação.

Pastor Eloir (Foto Marlise Schneider Cezar)
Eloir Carlos Ponath é Pastor da IECLB – Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - “Comunidade Balneário Camboriú”

Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -