Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Bebê encontrada em lixeira de prédio em Balneário segue na UTI

Segunda, 30/11/2020 9:47.

Publicidade

A bebê recém-nascida, encontrada na lixeira de um prédio na Rua 3.850, na tarde de sábado (28), segue internada na UTI neonatal do Hospital Municipal Ruth Cardoso. O quadro dela é estável. A Polícia Civil já possui suspeitos.

Um catador de recicláveis fazia seu trabalho, na tarde de sábado, quando abriu a lixeira de um prédio na Rua 3.850. Ele notou que havia algo que parecia vivo entre os sacos de lixo, mas não sabia se era uma pessoa ou um animal, por isso chamou o SAMU. Os socorristas então encontraram a menina, que estava deitada de barriga para baixo, dentro de uma caixa de sapatos, coberta por um pano.

No local, ela foi aquecida e entubada, porque respirava com dificuldade.

A recém-nascida foi encaminhada para a UTI neonatal do Hospital Ruth Cardoso. No hospital, descobriram que ela nasceu prematura, de aproximadamente 28 semanas. Ela segue internada, e seu quadro é estável.

A Polícia Civil, através da Delegacia de Proteção à Criança, à Mulher e ao Idoso (DPCAI), está investigando o caso e já analisou as câmeras de monitoramento das proximidades. Os policiais já possuem suspeitos, que teriam aparecido nas imagens das câmeras.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Bebê encontrada em lixeira de prédio em Balneário segue na UTI

Segunda, 30/11/2020 9:47.

A bebê recém-nascida, encontrada na lixeira de um prédio na Rua 3.850, na tarde de sábado (28), segue internada na UTI neonatal do Hospital Municipal Ruth Cardoso. O quadro dela é estável. A Polícia Civil já possui suspeitos.

Um catador de recicláveis fazia seu trabalho, na tarde de sábado, quando abriu a lixeira de um prédio na Rua 3.850. Ele notou que havia algo que parecia vivo entre os sacos de lixo, mas não sabia se era uma pessoa ou um animal, por isso chamou o SAMU. Os socorristas então encontraram a menina, que estava deitada de barriga para baixo, dentro de uma caixa de sapatos, coberta por um pano.

No local, ela foi aquecida e entubada, porque respirava com dificuldade.

A recém-nascida foi encaminhada para a UTI neonatal do Hospital Ruth Cardoso. No hospital, descobriram que ela nasceu prematura, de aproximadamente 28 semanas. Ela segue internada, e seu quadro é estável.

A Polícia Civil, através da Delegacia de Proteção à Criança, à Mulher e ao Idoso (DPCAI), está investigando o caso e já analisou as câmeras de monitoramento das proximidades. Os policiais já possuem suspeitos, que teriam aparecido nas imagens das câmeras.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade