- Publicidade -
- Publicidade -
18.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Assassinato de paranaense pode ser acerto de contas

A Polícia Civil segue investigando o assassinato de Enthony Lui Gonçalves do Carmo, de 27 anos, executado com mais de 20 tiros, na manhã de domingo (15), na Rua 1.822, perto do cruzamento com a Quarta Avenida, no Centro de Balneário Camboriú. Até o momento, ninguém foi preso.

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú instaurou inquérito policial e ouviu testemunhas (a esposa da vítima e um casal de amigos, que presenciaram o crime).

Eles disseram que estavam chegando de uma festa quando um veículo branco se aproximou. Dois homens participaram do crime e seguem sendo procurados.

- Publicidade -

A suspeita é de que trata-se de um acerto de contas, pois a vítima, Enthony, possuía diversas passagens pela polícia, por crimes como tráfico de drogas, receptação e associação criminosa.

O carro branco utilizado pela dupla foi localizado algumas horas depois, no Bairro Tabuleiro, em Camboriú, e estava com as placas adulteradas. Até o momento ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Militar, Enthony era paranaense e estava visitando Balneário Camboriú. Ele estava estacionando seu carro, um Audi/Q3, acompanhado da esposa e amigos, voltando de uma festa, quando foi assassinado.

Enthony chegou a ser socorrido com vida pelo SAMU, mas faleceu logo após ter entrado no Hospital Municipal Ruth Cardoso.

Nenhum dos acompanhantes do paranaense se feriram.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -