- Publicidade -
- Publicidade -
17.8 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Bando que traficava armas e drogas foi alvo de operação da Civil de SC e RS

Policiais civis cia Civil de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul realizaram na quinta-feira (7) a Operação Galápagos, tendo como alvo uma associação criminosa armada interestadual, bloqueando contas bancárias, sequestrando imóvel de alto padrão, apreendendo veículos de luxo, bens e valores em espécie, visando a descapitalização do grupo criminoso. Foram cumpridas 72 medidas cautelares em 12 municípios de SC e do RS, incluindo Balneário Camboriú.

Segundo a Polícia Civil, foram presas 19 pessoas e apreendidos oito veículos de luxo. Dentre as armas, estão um fuzil, uma submetralhadora, diversas pistolas e revólveres, além de um drone e diversas munições. Um imóvel, avaliado em R$ 1 milhão, localizado em Bombinhas, foi indisponibilizado.


O líder da quadrilha (que se denominava como ‘Tropa do Pinguim’) foi preso em Criciúma. O grupo atuava em Balneário Camboriú, Bombinhas, Palhoça, São José e Criciúma, além de Gravataí e Porto Alegre. Os mandados foram cumpridos em Florianópolis, Bombinhas, São José, Palhoça e Criciúma, e no RS em Porto Alegre, Canoas, Cachoeirinha, Charqueadas, Sapucaia do Sul, Sentinela do Sul e Novo Hamburgo.

- Publicidade -


Os investigados respondem pelos crimes de associação para o tráfico de drogas, tráfico de drogas, posse e porte ilegal de munições e arma de fogo, e comércio ilegal de armas de fogo. As penas, somadas, podem ultrapassar 30 anos de reclusão.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -